Esportes

Athlético Parananese é campeão da Copa do Brasil 2019

Léo Cittadini e Rony marcaram os gols da vitória dos paranaenses para ficar com o título da competição

diario da manha
Foto: Reprodução

O Atlhético Paranaense é o Campeão da Copa do Brasil 2019, o título veio na noite desta quarta-feira (18/9) após a vitória por 2 a 1 contra o Internacional no jogo de volta da grande final. A equipe paranaense precisava apenas do empate para ficar com a taça, enquanto os donos da casa buscaram a reverter a desvantagem e mesmo com o apoio da torcida ficou com o vice-campeonato da Copa do Brasil deste ano.

Nos primeiro dois minutos os donos da casa começaram com tudo em busca do resultado, após tabela a bola ficou com Nico Lopez que tentou bater pro gol, mas o goleiro Santos apareceu para fechar o ângulo e colocar a bola para escanteio.

Após a pressão inicial dos donos da casa, a equipe paranaense começou a se soltar em campo, a bola chegou no atacante Marco Rubén, que sofreu a falta na entrada da área. Nikão foi para a cobrança e soltou a bomba, mas Rodrigo Moledo estava no meio do caminho para afastar o perigo.

Após a equipe gaúcho tomar o primeiro susto, o time comandando por Odair Hellman voltar a pressionar, na primeira chance falta cobrada pela direita, em seguida escanteio pela esquerda, mas a defesa apareceu para afastar o perigo.

Após a cobrança de escanteio, a bola sobrou com o lateral do Internacional Bruno, que deu um chapéu no adversário e conseguiu tabelar depois com meia Patrick e no fim conquistar mais um escanteio para o colorado gaúcho, que a defesa do furacão afastou o perigo na sequência.

Aos 19′ da etapa inicial o atacante Welligton Silva fez a jogada pela esquerda do ataque, costurou e passou a bola para Nico Lopez, que invadiu o a área e tentou o cruzamento, a defesa cortou e o lateral Bruno chegou para alçar a bola novamente na área adversária, o meia Patrick apareceu juntamente com Welligton Silva, mas os dois trombaram e perderam uma grande chance para empatar a disputa no agregado.

O furacão que pouco criava precisou do garoto Rony aparecer pela ponta esquerda do ataque aos 23′ do primeiro tempo, o atleta ganhou da marcação e tocou para Marcon Rubén que rolou para trás para a chegada de Léo Cittadini que invadiu a área e tirou do goleiro adversário para marcar o gol do Atlhético Paranaense que ampliou a vantagem dos paranaenses na decisão 1 a 0.

Com o placar adverso o Internacional precisou aumentar a carga para tentar reverter o placar. Aos 30′ da etapa inicial, Nico Lopez cobrou escanteio pela esquerda e depois do bate e rebate dentro da área, Victor Cuesta cabeceou no travessão e a bola sobrou com o atacante colorado que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol para empatar o jogo no Beira Rio 1 a 1.

O Internacional voltou a assustar aos 42′ da etapa inicial do jogo, o autor do gol colorado saiu da marcação e procurou abrir o espaço, encontrou uma abertura e tentou o chute pro gol, mas a bola saiu fraca e ficou fácil para a defesa do goleiro Santos.

Inter tentou pressionar, mas não conseguiu impedir que os paranenses conquistassem o título da Copa do Brasil 2019

Para buscar reverter a vantagem dos paranaenses, o técnico Odair Hellman, deixou o time mais ofensivo ao tirar Patrick para colocar Rafael Sóbis, e no primeiro minuto tentou chegar para assustar a defesa adversária, mas a marcação chegou para cortar e afastar.

Aos 8′ da etapa complementar o Internacional tentou criar a oportunidade, Paolo Guerrero disputou a bola e houve um toque de mão do meia Bruno Guimarães, o árbitro assinalou a falta, Rafael Sóbis cobrou baixa e o goleiro Santos fez a defesa.

O time gaúcho teve mais uma chance clara de gol aos 11′ da etapa final, após cobrança rápida de escanteio, Rafael Sóbis recebeu e cruzou para dentro da área, Victor Cuesta apareceu para cabecear e colocar a bola para fora.

O furacão demorou a aparecer na etapa complementar da partida, apenas se defendendo, mas aos 30′ do segundo tempo, Rony recebeu pela esquerda e cruzou para dentro da área, o atacante Marcelo Cirino que entrou na etapa final, cabeceou, mas a bola passou ao lado do gol defendido por Marcelo Lomba.

Aos 42′ o Internacional teve mais uma chance para marcar o segundo gol e levar a decisão para os pênaltis, mas o atacante Nico Lopez demorou demais para finalizar, a bola tocou na marcação e o goleiro Santos evitou a saída da bola pela linha de funda, Guilherme Parede ficou come ela e tentou o chute, mas o goleiro Santos voltou a aparecer e impedir o ataque adversário.

O árbitro Wilton Pereira Sampaio deu mais cinco minutos de acréscimos devido as paradas e as substituições. O time paranaense teve a chance de matar o jogo aos 47′, após roubar a bola defesa, Rony recebeu de Marcelo Cirino e avançou, o atacante saiu do marcador e tentou o passe para o companheiro, mas Edenílson apareceu para cortar.

O jogo foi parado para atendimento ao jogador do Atlhético Paranaense, o árbitro acrescentou mais dois minutos, e nos momento finais Marcelo Cirino fez uma jogada espetacular, saiu de dois marcadores e tocou para Rony dar números finais ao jogo e ficar com o título de Campeão da Copa do Brasil 2019.

Escalação:

Internacional: 12 Marcelo Lomba, 2 Bruno (33 Nonato), 4 Rodrigo Moledo, 15 Victor Cuesta, 6 Uendel, 19 Rodrigo Lindoso, 88 Patrick (23 Rafael Sóbis), 8 Edenílson, 7 Nico Lopes, 11 Welligton Silva (77 Guilherme Parede) e 9 Paolo Guerrero

Técnico: Odair Hellman

Atlhético Paranaense: 1 Santos, 13 Khelven (23 Madson) , 14 Robson Bambu, 4 Léo Pereira, 6 Márcio Azevedo, 5 Welligton, 39 Bruno Guimarães, 18 Léo Cittadini (3 Lucho González), 11 Nikão, 7 Rony e 9 Marco Rubén (10 Marcelo Cirino).

Técnico: Tiago Nunes

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio

Cartões Amarelos: Nico Lopez, Bruno e Rodrigo Moledo (Internacional), Welligton e Marcon Rubén (Atlhético Paranaense)

Cartões Vermelhos:

Comentários

Mais de Esportes