Esportes

Atlhético Paranaense vence e precisa de um empate para ficar com o título da Copa do Brasil

Jogo de volta é na próxima quarta-feira (18/9) no Estádio da Beira Rio, em Porto Alegre

diario da manha
Foto: Reprodução

Atlhético Paranaense e Internacional começaram a decidir a Copa do Brasil 2019 na noite desta quarta-feira (11/9) e jogando diante do seu torcedor o furacão levou a melhor ao vencer o adversário gaúcho pelo placar de 1 a 0. Com o resultado

A jogada mais perigoso no primeiro tempo foi dos donos da casa, Nikão encontrou Márcio Azevedo na lateral esquerda, Márcio Azevedo conseguiu fazer o domínio e cruzou novamente para Nikão que tentou o passe de cabeça para o atacante Rony, que tentou uma bicicleta mas não acertou a bola.

Após a primeira grande chance, dois minutos depois Nikão lançou Rony que ganhou na velocidade da defesa do Internacional, o goleiro Marcelo Lomba teve que sair e fazer a defesa.

A jogada mais perigosa do Internacional foi aos 12′ do primeiro tempo, a equipe colorada dobrou a marcação e roubou a bola de Bruno Guimarães no meio de Campo. D’Alessandro tentou puxar o contra ataque e encontrou o uruguaio Nico Lopes na ponta direita, o atacante dominou e tentou bater, mas a bola passou longe do gol do goleiro Santos.

A resposta do furacão veio na sequência, após jogada trabalhada pela lateral esquerda, a bola sobrou no rebote para o atacante Rony que tentou arriscar, mas jogou longe do gol.

Aos 21′ do primeiro tempo, o Internacional cobrou lateral pelo lado direito do ataque, D’Alessandro passou para Edenílson que colocou Nico López na cara do gol, mas o atacante colorado bateu fraco e no meio do gol para a defesa do goleiro Santos.

A equipe comandada pelo técnico Tiago Nunes, trabalhou a bola, para tentar abrir a defesa do Internacional, Léo Pereira encontrou Léo Citadini que encontrou um espaço na defesa colorada e arriscou de fora da área, mas bola passou longe do gol defendido por Marcelo Lomba.

A resposta do Internacional veio na sequência, a equipe colorada trabalhou a bola pela esquerda e na tentativa do cruzamento de Patric, o time gaúcho reclamou de um toque de mão dentro da área. Na sequência, após uma cobrança de escanteio, a bola sobrou com o lateral esquerdo Uendel que arriscou para a defesa do goleiro Santos.

Após substituição Atlhético Paranaense abriu o placar

O Internacional chegou com mais perigo aos 4′ da etapa complementar, D’Alessandro, Bruno e Edenílson trabalharam pela direita do ataque colorado e por o volante Edenílson fez o cruzamento para dentro da área, o zagueiro Rodrigo Bambu evitou que a bola chegasse ao artilheiro colorado Paolo Guerrero, entretanto a bola caiu nos pés de Patrick que bateu, mas a bola foi na rede pelo lado de fora.

O time colorado passou a sair para o ataque e aos 8′ do segundo tempo, Edenílson recebeu pela direita e partiu, o volante procurou alguém para fazer o passe, mas não encontrou ninguém e arriscou, a bola desviou e saiu pela linha de fundo.

O Atlhético Paranaense não consegui ser efetivo, mas após a mudança com a entrada de Thonny Anderson, o time de Tiago Nunes trabalhou a bola pela esquerda, a defesa do Inter tentou cortar, mas a bola sobrou com o meia Bruno Guimarães que bateu sem chances para o goleiro Marcelo Lomba e colocar o furacão na frente no marcador 1 a 0.

Na jogada mais perigosa do Internacional na etapa final, Guerrero recebeu e errou o chute, a bola sobrou com o atacante Welligton Silva, que tentou tirar do goleiro e foi derrubado na área, na sequência D’Alessandro tentou bater, mas errou o alvo.

Aos 27′ do segundo tempo, o atacante Rony arrancou e invadiu a área adversária, Rony abriu o espaço e bateu pro gol, o goleiro Marcelo Lomba fez a defesa e evitou o segundo gol da equipe rubro-negra.

O Internacional teve a chance de empatar o jogo depois de um bate e rebate dentro da área, a bola sobrava para Rodrigo Lindoso, mas o capitão e volante Welligton apareceu para cortar e quase joga contra o patrimônio, mas o goleiro Santos estava esperto para fazer a defesa.

Aos 40′ da etapa final o lateral direito Bruno lançou o volante Nonato que invadiu a área, e tentou o cruzamento para o companheiro dentro da área, mas o zagueiro Léo Pereira apareceu para cortar.

Com o triunfo pelo placar de 1 a 0, o time paranaense precisa de apenas um empate no jogo de volta na próxima quarta-feira (18) no Estádio da Beira Rio, em Porto Alegre para conquistar o título da competição.

O Internacional por sua vez precisa vencer por dois gols de diferença para conquistar o título, vitória pelo mesmo placar do jogo de ida, a decisão vai para os pênaltis.

Escalação

Atlhético Paranaense: 1 – Santos, 13 – Khellven, 14 – Robson Bambu, 4 – Léo Pereira, 6 – Márcio Azevedo, 5 – Welligton, 39 – Bruno Guimarães, 18 – Léo Citadini (38 – Thonny Anderson), 11 – Nikão, 7 – Rony (3 – Lucho González) e 9 – Marco Rubén (10 – Marcelo Cirino)

Técnico: Tiago Nunes

Internacional: 12 – Marcelo Lomba, 2 – Bruno, 4 – Rodrigo Moledo, 15 – Victor Cuesta, 6 – Uendel, 8 – Edenílson (33 – Nonato), 19 – Rodrigo Lindoso, 88 – Patrick, 7 – Nico López (11 – Welligton Silva), 10 – D’Alessandro (23 – Rafael Sóbis) e 9 – Paolo Guerrero

Técnico: Odair Hellman

Cartões Amarelo (s): Welligton, Nikão e Khellven (CAP)

Cartões Vermelho (s):

Árbitro: Raphael Klaus (FIFA/SP)

Comentários

Mais de Esportes