Esportes

Lançamento de Centro de Referência inaugura nova era do esporte paralímpico em Goiás

Sessão solene marca projeto da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer em parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro

diario da manha
Foto: Mantovani Fernandes

Foi apresentado na manhã desta quarta-feira (30) o Centro de Referência Paralímpico. A sessão solene marcou a assinatura do termo de cooperação entre a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), que estão atuando em conjunto no projeto, da elaboração à execução.

O Centro de Referência Paralímpico vai funcionar no Centro de Excelência do Esporte, onde serão trabalhadas, a princípio, as modalidades de vôlei sentado, natação, atletismo e parabadminton. 200 vagas serão destinadas a crianças de 8 a 17 anos, além do espaço reservado para adultos que já estão no nível de alto rendimento, como as jogadoras de vôlei sentado, que compõem a base da seleção brasileira feminina, bronze nos Jogos Parapan-Americanos de Lima.

O Secretário de Esporte e Lazer, Rafael Rahif, comemorou a implantação do projeto. “Desde que o Governo de Goiás recriou a Secretaria de Esporte, no começo do ano, temos colocado o paradesporto como uma das nossas principais bandeiras, destinando uma superintendência exclusiva para o assunto. Já evoluímos muito desde então. Agora, com a parceria do CPB, uma instituição respeitada internacionalmente, queremos dar um salto maior ainda”, afirmou o titular da pasta.

Ramon Pereira, Coordenador de Desporto Escolar, esteve no evento representando o CPB, e explicou como será a parceria para a realização do projeto. “Nosso objetivo é ampliar os serviços. Não adianta nós termos um Centro de Excelência em São Paulo e isso não se replicar em outros estados. Para isso nós temos exigências estruturais e profissionais, para atingir o padrão que temos no CPB. Aqui em Goiânia fiquei muito satisfeito com a estrutura do Centro de Excelência. Agora vamos fornecer capacitação para os treinadores”, ressaltou o coordenador da entidade.

Superintendente do Paradesporto e Fomento Esportivo da Seel, Jonas Godinho colocou a implantação do Centro de Referência Paralímpico como um grande salto para o paradesporto em Goiás. “É um marco para o esporte goiano. Estamos muito entusiasmados com o projeto e queremos ser um celeiro de formação de atletas paralímpicos. Para isso, vamos atuar integrados com os núcleos paralímpicos no interior, para descobrir potenciais que hoje estão escondidos”, projetou.

No início da próxima semana os treinadores que vão comandar as modalidades do Centro de Referência embarcam para São Paulo, para receber capacitação do CPB, replicando a metodologia usada no esporte paralímpico brasileiro. O Centro de Referência em Goiânia também será suporte para os núcleos paralímpicos implantados no interior do estado.

Comentários

Mais de Esportes