Esportes

Gabigol marca, Flamengo vira e conquista Libertadores

diario da manha
Foto: Reprodução

A Copa Libertadores da América mudou o formato e na primeira decisão com jogo único, não poderia ser diferente, um duelo entre brasileiro e argentinos. De um lado o Flamengo, que volta a decisão do torneio após 38 anos, do outro o River Plate que nos últimos anos está acostumado a chegar as decisões.

A partida que inicialmente seria disputada em Santiago no Chile, teve o palco alterado, e ocorreu no Estádio Monumental, em Lima no Peru. Dentro do jogo o time…

Com 10 minutos de jogos o Flamengo começou melhor, teve a melhor oportunidades aos 7′ da primeira etapa, Bruno Henrique sofreu a falta na entrada da área. Após cobrança ensaiada por pouco a bola não chegou no lateral Rafinha e a defesa do time argentino tirou.

O River que não forçava, aproveitou uma falha da defesa do Flamengo e após o cruzamento de Nacho Fernandez, a bola sobrou sozinha com Borré para abrir o placar 1 a 0.

Aos 20′ da primeira etapa, o Flamengo tentou atacar pela esquerda, mas Evérton Ribeiro brigou pela bola e acabou perdendo, no contra ataque, por pouco De La Cruz que recebeu dentro da área não marcou o segundo dos argentinos.

Aos 25′ da etapa inicial, Everton Ribeiro conseguiu ganhar a bola, mas perdeu na sequência, a bola ficou com Suarez que bateu, mas houve desvio e a bola foi para escanteio.

O Flamengo teve duas chances de levantar a bola na área, a primeira foi após Rafinha sofrer a falta de Casco, De Arrascaeta alçou na área a a bola sobrou com Gerson, que devolveu para De Arrascaeta e veio o escanteio. Na cobrança de escanteio o meia uruguaio tocou para Evérton Ribeiro que ergueu na área, mas o goleiro Armani apareceu para fazer a defesa.

Por pouco o River não marcou o segundo, após perder a bola no ataque, o lateral Montiel partiu pra cima, ele encontrou Borré que entregou a bola nos pés de Palacios que arriscou de fora da área arriscou, mas a bola passou do lado do gol defendido por Diego Alves.

Flamengo vira no segundo tempo com dois de gabigol

O Flamengo arriscou com um minuto e meio do segundo tempo, após disputa de bola, Arão tocou para De Arrascaeta que apareceu sem marcação, o meia tocou na direita para Gabigol que arriscou de fora da área para defesa de Armani.

O time argentino tentou em várias oportunidades, mas no contra ataque, Gabigol tocou para Bruno Henrique que saiu na cara do gol, na sequência De Arrascaeta furou, a bola sobrou com Gabigol que bateu em cima da defesa.

O River voltou a assustar aos 22′ da etapa completar, após disputa de bola a mesma ficou com Nacho Fernandez dominou nos peitos e arriscou de fora da área, o goleiro Diego Alves só observou ela passar ao lado do gol.

O Flamengo voltou a ter a chance aos 32′, Gabigol foi lançado em velocidade e invadiu a área, mas demorou demais a cruzar para Bruno Henrique e a defesa do River Plate para cortar.

O River Plate tentava segurar a bola no ataque, Lucas Pratto perdeu a bola, Diego tocou para Bruno Henrique que foi abrindo o espaço, encontrou De Arrascaeta que tocou para Gabigol sozinho empatar o jogo 1 a 1.

Na sequência o Flamengo voltou ao ataque e Gabigol disputou a bola com capitão Pinola, a bola ficou com ele para marcar o segundo e virar o jogo e dar o título de campeão para o Flamengo.

Escalações:

Flamengo: 1 – Diego Alves, 18 – Rafinha, 3 – Rodrigo Caio, 24 – Pablo Marí, 21 – Filipe Luis, 15 – Gerson (10 – Diego), 5 – Willian Arão (11 – Vitinho), 14 – De Arrascaeta, 27 – Bruno Henrique, 7 – Everton Ribeiro e 9 – Gabriel Barbosa (Gabigol).

Técnico: Jorge Jesus

River Plate: 1 – Armani, 29 – Montiel, 28 – Lucas Martínez, 22 – Pinola, 20 – Casco (6 – Paulo Díaz), 24 – Enzo Perez, 15 – Palacios, 26 – Ignacio Fernandez (9 – Julian Alvarez), 11 – De La Cruz, 19 – Borré (27 – Lucas Pratto) e 7 – Matías Suárez.

Técnico: Marcelo Gallardo

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Auxiliares: Christian Schiemann e Claudio Rios (CHI)

Árbitro de Vídeo: Esteban Ostojich (URU)

Cartões Amarelo: Casco, Suarez, Enzo Perez (River Plate); Pablo Marí, Rafinha (Flamengo)

Cartões Vermelho: Palacios (River Plate), Gabigol (Flamengo)

Comentários

Mais de Esportes