Esportes

Neymar se posiciona mais contra atos racistas após ser pressionado

Camisa 10 apoia a campanha #BlackOutTuesday contra casos de violência policial nos Estados Unidos, em que Geroge Floyd perdeu sua vida

diario da manha

Neymar se manifestou contra o racismo nesta terça-feira (2/6), em sua conta no Instagram. O craque foi questionado por fãs e influencers, como Felipe Neto, após personalidades esportivas se pronunciarem e lançarem uma campanha contra violência policial em resposta a morte de Goerge Floyd há uma semana.

O brasileiro aderiu a campanha #BlackOutTuesday (terça-feira no apagão) manifesto adotado por pessoas que postaram na rede social fotos sem imagem, com objetivo de deixar o espaço preto. O dono da camisa 10 apresentou uma ilustração de uma tatuagem da palavra Fé. Na legenda, descreveu: Black lives matter (vida negras importam) #blackouttuesday. Com um símbolo de coração Black.

A campanha que o jogador se envolveu foi lançada pela indústria da música norte-americana, mas todas as outras categorias também abraçaram a causa. Entre os jogadores, Neymar está acompanhado Usain Bolt, David Beckham, Zinedine Zidane, Marcelo (Real Madrid), Willian (Chelsea) e muitos outros.

Na última segunda-feira, o nome de Neymar assumiu uma posição de destaque entre os assuntos mais compartilhados e comentados das redes sociais no Brasil, logo após Felipe Neto fazer um pedido para o jogador do Paris Saint-German expressar sua opinião.

A assessoria de imprensa comunicou que não trataria do assunto e nesta terça, Neymar é mais uma celebridade que entra na campanha contra o racismo no mundo.

*Com informações do R7 

Comentários