Esportes

Nos pênaltis Napoli bate Juventus e conquista a Copa da Itália

diario da manha

O futebol na Itália voltou no final de semana passada com os jogos decisivos das semifinais da Copa Itália, Juventus e Napoli conquistaram a vaga para decisão desta quarta-feira (17/6) no estádio Olímpico, em Roma. E dentro de campo o que foi possível observar foram duas equipes distintas posicionadas e tentando aproveitar as oportunidades para sair com a vitória e erguer a primeira taça após o retorno do futebol no país. No tempo normal o Napoli foi quem mais mereceu sair com a vitória, mas Buffon evitou a vitória do time de Gattuso que levou a partida para os pênaltis e nas penalidades o Napoli venceu por 4 a 2 para ficar com a Copa Itália.

Os primeiros minutos de jogo pareciam ser bem estudados, entretanto aos 5’ da etapa inicial, o time do Napoli tentou sair jogando, mas o argentino Paulo Dybala tomou a bola e tocou para o atacante português Cristiano Ronaldo que bateu de fora da área no canto para a defesa do goleiro Meret.

Após o susto o Napoli tentou assustar o time da Juve, a melhor chance nos primeiros 10’, Mario Rui invadiu a área adversária, mas acabou derrubado por Alex Sandro na disputa de bola, o time comandando pelo técnico Gattuso reclamou de pênalti, mas o árbitro da partida mandou o jogo seguir.

A velha senhora até tentou chegar com Bentancourt minutos depois, no entanto sem perigo e fácil para a defesa de Meret. A melhor chance do jogo foi do Napoli, aos 23’ do primeiro tempo, após ter falta assinalada na entrada da área, Insigne foi para a cobrança e acabou carimbando a trave do gol defendido por Buffon.

A Juve teve a chance aos 38’ da etapa inicial, Dybala recebeu e tentou o passe para Cristiano Ronaldo, no entanto o goleiro Meret estava atento e saiu para evitar que a bola chegasse no atacante português.

Por pouco no finalzinho do jogo, o Napoli não abriu o placar, Fabián Ruiz tentou encontrar Callejón de frente para o gol e sem goleiro, Alex Sandro evitou que a bola chegasse, mas em seguida a bola voltou com o Napoli, Callejón recebeu e aos trancos e barranco passou pela marcação e saiu na cara do goleiro da Juventus, Buffon fechou o ângulo e evitou o gol do Napoli.

Na cobrança de escanteio a defesa da Juventus tirou, mas voltou nos pés de Insigne, que bateu para o gol, mas Buffon mais uma vez apareceu para defender e salvar o time a Juve de ir para o intervalo da partida atrás do placar.

Buffon e trave impedem que Napoli saia com a vitória

Nos primeiro minutos o Napoli assustou, mas a arbitragem marcou o impedimento do capitão Insigne. Minutos depois, o atacante Cristiano Ronaldo conseguiu partir sozinho para o ataque, procurou por espaço e encontrou o Bentancourt que bateu pro gol, mas isolou a bola.

Enquanto o Napoli tentava e chegava com mais perigo no campo de ataque, a Juve sofria para chegar, na segunda chance que a velha senhora teve, Douglas Costa recebeu e tentou o cruzamento, a defesa adversária cortou, e Dybala conseguiu ficar com rebote, na sequência abriu o espaço arriscou para o gol, mas a bola foi por cima do gol do Napoli.

Aos 23’ da etapa complementar, Politano recebeu pelo time do Napoli e em sua primeira participação no jogo arriscou de fora da área, mas Buffon apareceu para defender e salvar a Juventus.

No minuto seguinte, a Juventus chegou, Cristiano Ronaldo tentou pela ponta direita do ataque, mas foi derrubado, Paulo Dybala foi para a cobrança e o goleiro Meret conseguiu aparecer para fazer a defesa e evitar o gol da Juve.

Aos 26’ da etapa final, a equipe do Napoli conseguiu chegar, cruzamento rasteiro, e com os atacantes do Napoli fazendo o porta luz para Milic, a bola chegou até o atacante, que sozinho isolou e perdeu uma grande chance de abrir o placar a favor do time do técnico Gattuso.

O Napoli teve a chance nos acréscimos de abrir o placar e sair com o título, entretanto o goleiro Buffon apareceu duas vezes para defender e ainda contou com a trave para auxiliar.

Com o placar sem gols, a decisão foi para as cobranças de pênaltis. Na primeira cobrança Dybala parou no goleiro Meret do Napoli, Insigne bateu para marcar o gol do Napoli, sem chance para Buffon, Danilo veio para a cobrança e isolou a segunda cobrança da Juve, Politano foi para a cobrança para o Napoli e abre 2 a 0 na disputa de pênaltis para ficar com o título, Bonucci foi para a cobrança da e marcou o primeiro da Juve; Makisimovic foi para a cobrança pelo Napoli e bateu forte no meio do gol para fazer 3 a 1; Ramsey foi para a cobrança e marcou para manter a Juventus na disputa de pênaltis; Milic foi para a última batida pelo time do Napoli, onde converteu a cobrança para ficar com o título da Copa da Itália.

Comentários