Esportes

PSG goleia e chega a final da Liga dos Campeões

Gols foram marcados por Marquinhos, Di Maria e Bernat e garantiram o time francês em sua primeira final na Liga dos Campeões

diario da manha
Foto: Reprodução

O PSG voltou a uma semifinal de Liga dos Campeões da Europa após 25 anos, e dessa vez para enfrentar a outra sensação da temporada, o time do RB Leipzig. Entretanto com M’Bappé e Di Maria em campo, o time francês não teve tanta dificuldade para sair com a vitória e a classificação histórica para sua primeira final na competição.

No início do jogo parecia que o time alemão iria tomar conta da partida, marcando pressão e tentando forçar o erro dos francês. Mas a primeira grande chance foi antes dos 10 minutos, quando Neymar recebeu dentro da área de M’Bappé e bateu tirando do goleiro e a bola caprichosamente beijou a trave.

Os alemães tentaram seguir com a pressão, mas aos 12′ foi a vez do PSG fazer uma blitz na defesa adversária, contou com três escanteios seguidos até Neymar sofrer falta na entrada da área. Neymar e Di Maria se apresentaram para a cobrança, e foi o argentino que ergueu a bola na área para Marquinhos aparecer sozinho e abrir o placar para o time francês aos 13′ da etapa inicial 1 a 0.

O time alemão teve a chance de chegar ao empate aos 24′ do primeiro tempo, Laimer fez jogada pela ponta esquerda, ganhou da marcação e cruzou para Poulsen que desequilibrado tentou o chute, mas a bola passou do lado do gol defendido pelo goleiro Sergio Rico.

Enquanto os alemães tentavam chegar de qualquer maneira e pressionar o time do PSG, os franceses por pouco não ampliaram aos 34′. Kehrer sofreu falta na ponta direita, Neymar cobrou tirando na barreira e por pouco não pegou o goleiro de surpresa, a trave mais uma vez apareceu para salvar o RB Leipzig.

O balde de água fria no time alemão veio ainda na primeira etapa, o goleiro Gulasci saiu jogando errado, o PSG apertou a marcação e ficou com a bola, Neymar deu um toque sutil e encontrou Di Maria sozinho dentro da área que tirou do goleiro e ampliou a vantagem do PSG.

RB Leipzig pressiona mas PSG carimba a classificação

Os primeiros minutos do segundo tempo foram de pressão do RB Leipzig, com sete minutos sem deixar o PSG sair da área defensiva. E a pressão do time alemão continuou, mas não foi efetiva.

Aos 11′ o PSG conseguiu ampliar a vantagem, depois de grande jogada, Julian Bernat invadiu a área, o goleiro adversário defendeu e o zagueiro do RB Leipzig tentou sair jogando, mas o zagueiro escorregou e no cruzamento Bernat completou para o fundo da rede para fazer 3 a 0.

Aos 24′ da etapa final por pouco não ampliou a vantagem, M’Bappé apareceu dentro da área e cabeceou, mas a bola saiu fraca e passou pertinho do gol defendido pelo goleiro Gulásci. Minutos depois M’Bappé teve outra chance e o goleiro apareceu para defender e impedir o quarto gol do time francês.

Com 3 a 0 no placar o time francês já jogava com o resultado favorável, o RB Leipzig tentou aumentar a pressão e diminuir a vantagem, depois de tocara bola procurando o espaço, Angeliño arriscou de fora da área para defesa do goleiro Sergio Rico.

O RB Leipzig teve a chance de diminuir depois do bate e rebate dentro da área, o goleiro Sérgio Rico salvou mais uma vez. M’Bappé por pouco não fez o quarto do PSG, o francês apertou na marcação e colocou o pé para impedir o toque do adversário na defesa, e a bola desviou no atacante do PSG, o goleiro Gulásci atento defendeu e impediu o gol do time francês.

Com a vitória pelo placar de 3 a 0 o PSG conquistou pela primeira vez em sua história a classificação para a final da Liga dos Campeões desta temporada e agora espera o vencedor do duelo entre Bayer de Munich x Lyon nesta quarta-feira (19/8).

Ficha Técnica:

PSG: 16 – Rico, 4 – Kehrer, 3 Kimpembe, 2 – Thiago Silva, 14 – Bernat, 5 – Marquinhos, 8 – Paredes (23 – Draxler), 21 – Herrera (6 – Verrati), 10 – Neymar, 7 – M’Bappé (17 – Choupo-Moting) e 11 – Angel Di Maria (19 – Pablo Sarabia).

Técnico: Thomas Tuchel

RB Leipzig: 1 – Gulácsi, 16 – Klostermann (4 – Oban), 5 – Upamecano, 22 – Mukiele, 44 – Kampl (14 – Adam), 7 – Sabitzer, 27 – Laimer (23 – Halsteberg), 25 – Olmo (21 – Schick), 18 – Nkunku (10 – Forsberg), 3 – Angelino e 9 – Y. Poulsen.

Técnico: Julian Nagelsmann

Cartões Amarelos: PSG: 3 – Kimpembe; RB Leipzig: 27 – Laimer, 23 – Halsteberg

Cartões Vermelhos:

Arbitragem:

Árbitro: Björn Kuipers NED

Auxiliares: Sander van Roekel NED e Erwin Zeinstra NED

Quarto árbitro

Artur Dias POR

VAR

Pol van Boekel NED

Comentários