Esportes

Vila Nova perde para o Ceará na decisão do Brasileiro de Aspirantes

diario da manha
Diogo Silva, goleiro do Ceará, foi herói do título do Brasileirão de Aspirantes (Foto: Pedro Chaves)

Vila Nova perdeu para o Ceará por 3 a 1, no tempo normal e 4 a 2 nas cobranças de pênaltis, neste domingo (31), no Estádio Franzé Mores, em Itaitinga (CE). Jogo de volta da final do Campeonato Brasileiro de Aspirantes 2020.

O Tigrão foi para nordeste disputar o segundo jogo da final da competição, já que na primeira partida o time colorado venceu o Ceará por 2 a 0. Mas acabou perdendo por 3 a 1, no jogo de volta, levando a decisão para os pênaltis.

Onde o goleiro Diogo Silva defendeu as cobranças dos jogadores goianos, Rui e Luizão. Garantindo o titulo de campeão Brasileiro de Aspirante para os alvinegros

O jogo começou com o time cearense partindo para o ataque, buscando reverter o resultado, pois tinha perdido em Goiânia. O time goiano sabendo da vantagem se manteve na ofensiva e apostando nos contra ataques.

O Tigrão se manteve tranquilo e se posicionou bem na marcação dos alvinegros. Os cearenses tentava furar a defesa, mas nos conseguia deixando mais nervoso e errando nas finalizações e levando pouco perigo para o gol do Clériston. Terminando o primeiro tempo empatado em 0 a 0.

Segundo tempo

O segundo tempo começou com o alvinegro indo para tudo ou nada. O time colorado ficou na ofensiva aguardando o contra-ataque. O time cearense e todo no ataque, levando muito perigo para o time goiano. E aos 12 minutos o time goiano ficou com um jogador, após o zagueiro Igou receber o segundo cartão amarelo.

Com vantagem numérica os cearenses parte para cima do time colorado. E aos 22, Rick abre o placar, após tabela ficando cara a cara com o goleiro Clériston, diminuindo a vantagem do time goiano.

Com o gol o time cearense cresceu no jogo e todo no ataque, e aos 27 minutos, o Ceará faz o segundo com Buiú, que chutou de fora de área entrando no lado esquerdo do gol do Clériston, levando a partida para os pênaltis.

Aos 35, o time colorado diminui o placa após contra-ataque que acabou cedendo escanteio, após cobrança Luizão de cabeça desvia para dentro da rede, deixando o time goiano novamente na vantagem.

O alvinegro não desistiu e continuou atacando e aos 41, Anderson cometeu falta em Buiú dentro da área, após cobrança de escanteio e o arbitro marcou pênalti, que Saulo Mineiro cobrou no canto esquerdo de Glériston, fazendo o terceiro do Ceará. O time colorado segurou a pressão até os 50 minutos, levando a decisão para os pênaltis.  

Vila perde nos pênaltis

Nas cobranças de pênaltis o alvinegro se saiu vitorioso, com duas defesas do goleiro Diogo Silva contra os jogadores colorados Rui e Luizão. O goleiro ainda fechou as cobranças, deixado por 4 a 2 para os cearenses garantido o título da competição.

Escalações:

Ceará: Diogo Silva; Buiú, Gabriel Lacerda, Alan e Nailton; Pedro Naressi, Marthã e Rafael Carvalheira; Jacaré, Cristiano e Luan.

Técnico: Daniel Azambuja

Vila: Clériston; Nilkolas, Luizão, Danrlei e Igor; Éder, Belusci e João Pedro; Matheus Porto, Anderson e Caíque.

Técnico: Higo Magalhães.

Árbitro: Adriano Barros Carneiro.

Cartão amarelo: Ceará: Martha, Gabriel Lacerda, Nailton,  Vila: Matheus Porto.

Cartão vermelho: Vila: Igor.

Comentários