Esportes

Atlético-GO repensará empréstimo de Wellington Rato para clube japonês

Campanha do meia com a camisa do Dragão tem agradado a diretoria, que reconhece a dificuldade de encontrar um jogador com as mesmas características

diario da manha
Meia de 28 anos tem contrato com o Atlético-GO por mais dois anos (Foto: Heber Gomes/ACG)

O presidente do Atlético-GO, Adson Batista, disse em entrevista para a Rádio Sagres que o clube revaliará a negociação de empréstimo de Wellington Rato para o V-Varen Nagasaki, do Japão.

Mesmo sem ter recebido uma proposta inicial, Adson já havia afirmado que liberaria o jogador, mas depois da vitória por 2×0 sobre a Jataiense na última quarta-feira (10), em que Rato marcou os dois gols, o mandatário do Dragão voltou atrás.

É uma situação difícil porque a gente vê o jogador evoluindo, cada dia mais ambientado dentro do Atlético. Jogando bem, jogando sério, se esforçando, se dedicando… Então dentro disso vem um monte de coisa na cabeça. Tenho que avaliar bem, não se acha jogador com qualidade e condições de jogar uma Série A, temos que pensar bem. Tem o lado do jogador também. A proposta oficial não chegou ainda, vamos aguardar – disse.

O presidente disse também que o meia o procurou e ambos tiveram uma conversa “honesta”. Adson também pontuou que apesar da proposta oficial ainda não ter chegado ao clube, a intenção dos nipônicos é fechar um empréstimo com possibilidade de compra.

Wellington Rato chegou ao Atlético-GO já na fase final do Campeonato Brasileiro. Contratado junto ao Ferroviário-CE, o meia fez nove partidas com a camisa rubro-negra e cativou a diretoria, que garantiu a permanência do jogador de 28 anos por mais dois anos. Segundo Adson, o atleta também precisa reconhecer a importância do Dragão em sua carreira.

Se o Atlético não tivesse acreditado e dado a oportunidade, ele não teria saído da Série C até hoje – comentou.

Comentários