Esportes

Vila confirma favoritismo, bate Atlético-BA e avança à segunda fase da Copa do Brasil

Gols de Saimon, Pedro Júnior e Markson no segundo tempo garantiram, além da vaga na segunda fase, mais R$ 675 mil para os cofres do Tigrão; goianos enfrentam o Juventude na próxima fase

diario da manha
Vila venceu sem sustos no sertão baiano (Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova FC)

O Vila Nova visitou o Atlético-BA na tarde desta quarta-feira (17) no Carneirão, em Alagoinhas, pela primeira fase da Copa do Brasil. A equipe goiana venceu por 3×0 com gols de Saimon, Pedro Júnior e Markson garantiu a vaga na segunda fase do torneio.

Na próxima fase do torneio, o Vila Nova enfrentará o Juventude, que eliminou o Murici-AL. Data, local e horário aindaserão confirmados pela CBF. Os goianos garantiram também mais R$ 675 mil para os cofres.

O primeiro tempo foi tecnicamente fraco. As equipes demoraram para se adaptar às condições ruins do gramado do Carneirão e se estudaram bastante.

O Vila, com mais posse, criava a maioria dos lances ofensivos pela ponta direita com João Pedro, mas não levou perigo ao gol de Fábio Lima. O Tigrão chegou a abrir o placar num gol contra, mas Heber Roberto Lopes viu falta de ataque e anulou a jogada.

Aos donos da casa também faltaram criatividade. O Carcará tentava criar as jogadas de ataque pelo meio, mas pecava no último passe e, assim, mal chegou ao gol goiano.

Se a primeira etapa foi sem muitas emoções o panorama mudou nos 45 minutos finais. Sabendo que o empate não servia para suas pretensões de classificação, o Atlético-BA voltou decidido a vencer. Logo aos 30 segundos, Miller bateu bem de fora, mandando no travessão de Georgemy.

Porém quem abriu o placar foi o Tigrão. Saimon aproveitou a volta da bola na trave e completou para o gol aos nove minutos. Aos 15, Pedro Júnior completou o ótimo passe de Thiaguinho para aumentar a vantagem.

O Atlético-BA não se abateu e continuou pressionando. A entrada do ponta Reninha deu mais velocidade ao ataque baiano, mas não foi o suficiente. Já nos acréscimos Makson aproveitou lançamento para dominar, limpar o goleiro, marcar o terceiro e dar números finais ao confronto.

O Tigrão ficará 14 dias sem jogar ou treinar, seguindo o decreto estadual que proíbe atividades esportivas em território goiano. Já o Atlético-BA, líder do campeonato estadual, entra em campo novamente no domingo (21) para enfrentar a Unirb pela sexta rodada do Baianão 2021.

Comentários