Esportes

Superliga B: Anápolis Vôlei busca tie-break mas não evita terceiro jogo da série

diario da manha
Foto: Reprodução

O Anápolis Vôlei entrou em quadra na tarde deste sábado, 10, em busca da vitória para conquistar o acesso a Superliga A de 2021/2022, e a vaga na final da Superliga B 2021. O Logo Guará chegou com a vantagem de precisar apenas da vitória no segundo jogo da Semifinal da Superliga B, uma vez que venceu a primeira partida por 3 sets a 2.

No entanto o time comandado pelo técnico Ricardo Picinin teve muitas dificuldades durante a partida. Principalmente com uma queda de concentração em momentos cruciais do jogo. Além dos erros da equipe goiana, o time de Brasília estava inspirado, principalmente na defesa.

Embora tenha tido dificuldades, o Anápolis Vôleis conseguiu forçar o quinto e decisivo set, para buscar fechar a série em 2 a 0. No entanto, o Brasília foi melhor em quadra e conseguiu vencer por 3 sets a 2 com parciais de (25/22;26/24;23/25;23/25 e 21/19). A partida decisiva acontece neste domingo, 11, também no Sesi Taguantinga a partir das 16h e quem vencer estará na final da competição e também na Superliga A da próxima temporada.

O jogo

O jogo assim como a primeira partida disputada em Anápolis na última quinta-feira, 8, que terminou com a vitória do time anapolino, começou bastante disputado e equilibrado como era esperado. No entanto, o Brasília aproveitou os erros do Lobo Guará para fechar o primeiro set com parciais de 25 a 22.

No segunda parte da decisão o Brasília voltou com a mesma postura e continuou aproveitado os erros do Anápolis. Com os donos da casa bem na defesa e também no bloqueio, o Anápolis teve dificuldades chegou a virar o placar e a ter uma vantagem de três pontos no set.

No entanto, o Anápolis perdeu a concentração e no finalzinho do set o Brasília conseguiu virar e abrir dois pontos e ter 23 a 21 no placar. Henrique que foi destaque da última partida entre as duas equipes entrou em quadra pelo Anápolis, e em duas jogadas conseguiu empatar o placar em 23 a 23.

Embora tenha conseguido o empate, o Brasília conseguiu passar a frente e fechou o segundo set em 26 a 24, mas com bastante reclamação do time do Anápolis Vôlei, de uma irregularidade no ataque dos donos da casa, que não foi marcada pela arbitragem.

Anápolis Vôlei vence e força quarto set

O terceiro set começou bem equilibrado, com as duas equipes vivas em quadra, e com as defesas inspiradas. Mas, em determinado momento do set, o Anápolis conseguiu engrenar no terceiro set e abrir dois pontos de vantagem no primeiro momento.

O Anápolis conseguiu melhorar no terceiro set, e com o objetivo de forçar o quarto set, e tentar levar a partida para o Tie-Break. O Lobo Guará contou com uma boa sequência de ataques e com erros do adversário para abrir a maior vantagem no jogo até aqui de cinco pontos contra o time do Brasília.

O Lobo Guará teve a chance de fechar o terceiro set em duas oportunidades, mas pecou na hora do ataque. Mas, na terceira chance de fechar o set, o Anápolis apareceu com o bloqueio duplo para fechar a disputa em 25 a 23 e levar a partida para o quarto set.

Logo Guará busca empate e força Tie-Break na decisão da semifinal da Superliga B

O Brasília começou o quarto set de maneira avassaladora, e contou com os erros do adversário para abrir cinco pontos de vantagem no início do set. Depois de estar perdendo por uma diferença de cinco pontos, o Anápolis foi buscar o empate no início do quarto set e conseguiu empatar a parcial em 7 a 7.

O Anápolis chegou a passar a frente, mas o Brasília cresceu na disputa, e conseguiu após uma disputa de bola na rede ampliar a vantagem para três pontos no quarto set.

Final de quarto set equilibrado entre as duas equipes, onde a vantagem passou de ser apenas de um ponto. Mas, o Brasília conseguiu ampliar para dois após bloqueio de Diego Dutra e fazer 23 a 21. Depois dos donos casa abrirem dois pontos, o Lobo Guará conseguiu empatar a disputa em 23 a 23 com dois bloqueios bem montados e impedir assim os donos da casa de crescer e fechar o set.

Final de set emocionante entre as duas equipes, mas o Anápolis contou com o erro de ataque do Brasília que jogou a bola para fora, e com um bloqueio no final par fechar o set com parciais de 25 a 23 e empatar a disputa em 2 a 2 e levar a decisão para o Tie-Break.

Decisão

O time do Anápolis foi para o quinto e decisivo set precisando da vitória para fechar a série em 2 a 0, mas o Brasília precisava da vitória para forçar o terceiro e decisivo jogo e se manter vivo na disputa por uma vaga na final e na Superliga A.

O quinto e decisivo set começou com o Anápolis errado no ataque, Rodrigo tocou na rede para colocar o time adversário na frente em duas ocasiões. Ricardo Picinin tirou Rodrigo e colocou Arthur que diminui o placar e o jogo equilibrado com uma diferença de dois pontos no início para os donos da casa.

Os donos da casa conseguiram no final do jogo abriram quatro pontos de vantagem, e ficaram há três de fechar o jogo e forçar o terceiro e decisivo duelo entre as duas equipes.

O levantador Everaldo tentou forçar o saque, mas forçou demais e deu o Macth Point para os donos da casa. No entanto, o Anápolis não se desesperou e conseguiu diminuir a vantagem do Brasília em dois pontos.

O time do Brasília teve o ponto do jogo na mão em quatro oportunidades, mas o Anápolis contou com os saques de Lucas para empatar e impedir os donos da casa de vencer o jogo. No set decisivo os donos da casa conseguiram ter mais um Match Point, mas o saque ficou na rede e partida empatada em 15 a 15.

O Anápolis conseguiu virar a partida e ter o ponto do jogo, após o central do Brasília Diego Dutra dar dois toques no momento de levantar. No entanto, os donos da casa conseguiram virar com o saque de Diego Dutra e colocar o Brasília de novo.

Mas o Anápolis não se entregou na partida e foi buscar, e mais uma vez conseguiu ficar com o match point. No entanto, as duas equipes não se entregam em momento algum e buscando fechar o quinto e decisivo set.

O Brasília conseguiu fechar o tie-break em 21 a 19, com saque de Kelvin no final da partida e dar a vitória pelo placar de 3 sets a 2, para os donos da casa. Com o triunfo candango, a decisão fica empatada em 1 a 1, e o jogo definitivo ocorre neste domingo, 11, também no Sesi Taguatinga a partir das 16h.

Leia também:

Comentários