Esportes

Grêmio Anápolis: presente de sucesso num futuro promissor

Equipe tem chance de ser campeã estadual no próximo domingo (23) contra o Vila Nova em Goiânia. Boa campanha no estadual garantiu ao clube calendário completo para 2022

diario da manha
Equipe anapolina tem chance de ser campeão estadual pela primeira vez (Foto: Diogo Moura/GEA)

O ano de 2021 vai ficar marcado para o Grêmio Anápolis pelo fato do clube chegar pela primeira vez a uma final de Campeonato Goiano. A equipe, que há cinco anos está sediada em Anápolis, tem a chance de levar um título estadual para o município em mais de 60 anos. 

Na primeira partida, a Raposa empatou com o Vila Nova por 1 a 1 no Jonas Duarte, o que deixou a partida aberta para este domingo (23) às 16h, no OBA, em Goiânia. Qualquer placar favorável coroa o time vencedor como campeão estadual. Em caso de empate, o vencedor será decidido nas penalidades.

O GEA, fundado em 1999 em Inhumas como Grêmio Esportivo Inhumense, já havia feito boas aparições em campeonatos estaduais. Em 2005, último ano em Inhumas e sob comando do hoje presidente do Atlético-GO, Adson Batista, chegou à semifinal do Goianão daquele ano, garantindo vaga na Série C do Brasileirão.

Nas últimas duas temporadas o bom resultado de um trabalho feito com paciência apareceu. A equipe ficou a apenas um ponto de avançar para a fase de mata-mata do estadual em 2020 e em 2021 garantiu a classificação antecipadamente como uma das melhores campanhas gerais, fez boas partidas nos jogos eliminatórios e chegou à inédita final. 

Raimundo Silva, diretor administrativo-financeiro do Grêmio, comentou sobre os percalços que os clubes enfrentam para a montagem de um elenco que disputa um torneio de tiro curto, como o Campeonato Goiano. Para o dirigente, o clube teve sorte com as contratações tanto de jogadores quanto da comissão técnica.

Aqui tentamos montar o time com muito planejamento. Quando chega entre setembro e outubro já estamos com 75% do elenco contratado. Esse ano fomos privilegiados com as peças que trouxemos e pelo Cléber Gaúcho, que tem o objetivo de trabalhar com uma média de idade mais jovem. Esse ano tudo combinou e aconteceu ao seu tempo e conseguimos fazer um bom trabalho – afirma Raimundo.

O bom trabalho deu frutos. O time anapolino volta a ter um calendário completo depois de 15 anos e jogará a Série D e a Copa do Brasil em 2022. Apesar de estar focado na decisão estadual, o Grêmio já pensa na próxima temporada. Raimundo destaca que a ideia é fazer um time para a temporada toda e que conta com o trabalho de Cléber Gaúcho para os próximos desafios.

Faremos o convite para que o Cléber fique conosco para o ano que vem. Tentaremos buscar os melhores jogadores e sabemos que existem situações específicas, mas a expectativa é que o mesmo time que comece o Campeonato Goiano seja o mesmo que dispute a Série D, com exceção daqueles que podem ser negociados no meio da temporada – comenta o dirigente.

Cléber Gaúcho faz bom trabalho à frente do comando da Raposa (Foto: Divulgação/GEA)

O clube-empresa, fundado com o objetivo de negociar jogadores para o futebol internacional, terá de fechar as portas no segundo semestre, independente de vencer ou não o campeonato estadual. Os próximos passos do clube é agilizar a construção do seu Centro de Treinamento e investir na formação de categorias de base.

A expectativa é que a chegada na decisão angarie muitos torcedores, coisa que o clube ainda não cativou nos 15 anos que está em Anápolis. Segundo Raimundo, é difícil saber quantos torcedores o clube tem, mas que havia um público fiel que ia ao estádio nos jogos do clube quando era permitido.

Não dá para saber quantos torcedores temos, mas com a boa campanha temos recebido muito apoio de simpatizantes nas redes sociais e isso é muito bom – finaliza.

Comentários