Esportes

São Paulo vence o Palmeiras, é campeão paulista e quebra um jejum de oito anos

Tricolor faz boa partida, vence por 2 a 0 e conquista o primeiro título desde 2012; Conquista estadual não vinha desde 2005

diario da manha
São Paulo conquista o seu 22º título estadual e empata com o Santos como terceiro maior campeão paulista (Foto: Marcos Ribolli/ge)

Oito anos, 3.805 dias e 35 torneios depois, o São Paulo volta vencer um campeonato. O Tricolor bateu o Palmeiras por 2 a 0 em casa na tarde deste domingo (23) pela decisão do Campeonato Paulista. Luan e Luciano marcaram os tentos da equipe do Morumbi.

Com o título, o São Paulo sai de duas filas: a de títulos estaduais – o último foi em 2005 – e de títulos gerais – o último foi a Copa Sul-Americana de 2012. Já o Palmeiras, que em 2020 venceu o Paulistão, a Libertadores e a Copa do Brasil, chegou a sua terceira derrota em decisões em 2021 – Recopa Sul-Americana, Supercopa do Brasil e agora o Campeonato Paulista.

Depois de um jogo estudado na primeira partida, na última quinta-feira (20), as equipes resolveram se movimentar mais. Jogando em casa, o São Paulo foi quem propôs mais o jogo, mas sem perder o cuidado defensivo.

Num primeiro tempo de cuidados, a ousadia aliada com a sorte foi quem fez a diferença. Aos 36 minutos, Luan dominou e mandou de longe. A bola desviou em Felipe Melo no meio do caminho, matou Weverton e morreu no fundo do gol.

Imagem
Luan comemora o seu primeiro gol no Paulistão (Foto: Marcos Ribolli/ge)

Na segunda etapa o Palmeiras tentou sair mais para o jogo. Abusando de cruzamentos, o alviverde facilitava o trabalho da alta defesa são-paulina. A troca de passes na frente da área adversária também não conseguia furar o bloqueio do sistema defensivo do time de Hernan Crespo.

Aos 31, jogando no contra-ataque, o São Paulo chegou ao segundo gol. Rodrigo Nestor avançou pela esquerda e jogou na área para Luciano, que se antecipou ao marcador e fez o segundo dos donos da casa, matando o jogo.

Com dois atrás no placar e com só 14 minutos para tentar uma reação, o Palmeiras não ofereceu riscos e amargou a terceira derrota em três finais em 2021, a segunda para Crespo – que era o treinador do Defensa y Justicia, da Argentina, campeão da Recopa Sul-Americana sobre a equipe de Abel Ferreira.

Jogadores celebram a conquista com Crespo (Foto: Marcos Ribolli/ge)

As equipes passam a se concentrar nas disputas da Libertadores e do Campeonato Brasileiro. O São Paulo volta a campo na próxima terça-feira (25) às 21h contra o Sporting Cristal, do Peru, no Morumbi. A estreia do hexacampeão brasileiro no nacional é no sábado (29), em casa, contra o Fluminense, também às 21h.

Já o Palmeiras, atual campeão do principal torneio de clubes da América do Sul, joga contra o Universitario às 19h da quinta-feira (27). A estreia no Campeonato Brasileiro é contra o Flamengo às 16h do domingo (30) em casa.

Comentários