Esportes

Ataque desperdiça boas chances e Atlético-GO é derrotado pelo Athletico-PR em Curitiba

Dragão abre o placar, mas Furacão vira com dois gols de cabeça, interrompe a invencibilidade dos goianos e assume a liderança no Brasileirão

diario da manha
Athletico-PR está com 100% de aproveitamento (Foto: Matheus Meneses/NeoPhoto)

O Atlético-GO conheceu a sua primeira derrota no Brasileirão neste domingo (20) ante o Athletico-PR, em Curitiba. Os goianos abriram o placar com Gabriel Baralhas, enquanto Matheus Babi e Christian viraram para os donos da casa.

O Dragão perdeu os dez jogos de invencibilidade e estacionaram nos sete pontos, na oitava colocação, enquanto a vitória deu ao Furacão o melhor início de Brasileirão em sua história, com quatro vitórias em quatro jogos e garantiu a liderança aos sulistas, que têm 12 pontos.

A primeira etapa começou estudada. Os paranaenses começaram em cima, trocando passes no ataque, mas quem aproveitou a primeira chance real de gol foram os goianos. Aos 12 minutos, Gabriel Baralhas aproveitou o vacilo da defesa do Furacão, invadiu a área e mandou uma bomba no ângulo, sem chances para Santos.

O Athletico não se desesperou e continuou no ataque, mas sem oferecer grande risco. Fernando Miguel só trabalhou pela primeira vez na marca dos 31 minutos, quando Igor Cariús desviou para trás e obrigou o goleiro a fazer boa defesa.

Aos 42 minutos, Marcinho cruzou com perfeição da direita para Matheus Babi chegar nas costas da defesa e cabecear forte para o fundo do gol, vazando a defesa goiana pela primeira vez no campeonato.

No segundo tempo o Atlético-GO cresceu. O time do Paraná voltou mal e viu o Dragão ter mais volume de jogo e perder duas chances claras de gol. A primeira chance veio aos sete minutos, quando Oliveira deu belo lançamento para Natanael. Santos saiu, cortou mal e a bola sobrou limpa para o atacante, que sozinho e sem goleiro mandou na trave.

A segunda, aos 12 minutos, Zé Roberto recebeu lindo passe de João Paulo e, sozinho, mandou na trave. Na sequência, João Paulo também teve oportunidade de colocar o Dragão em vantagem, mas mandou para fora.

Como no futebol existe a máxima de quem não faz costuma levar, Christian aproveitou o cruzamento de Abner para marcar o segundo dos donos da casa, o segundo de cabeça. Com a vantagem, os paranaenses rodaram a bola até o apito final para garantir os três pontos.

Na próxima rodada o Dragão volta a atuar no Antônio Accioly. A equipe enfrenta o Fluminense às 19h da quarta-feira (23). Já o Furacão vai até Salvador para enfrentar o Bahia no dia seguinte, às 21h, em Pituaçu.

Comentários