Esportes

Atlético Goianiense dá adeus a Copa do Brasil

Empatando em casa por 2 a 2,com o Furacão, o Dragão e eliminado da Copa do Brasil

diario da manha
Mesmo jogando melhor o Dragão empatou com o Furação e acabou sendo eliminado da competição. Foto: José Tramontin/ Athletico-PR

Atlético Goianiense empatou com o Athletico Paranaense pelo placar de 2 a 2, no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia. Em jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Com o resultado, o Dragão não passou para as quartas de finais e também perdeu a premiação de R$3,45 milhões.

Mesmo jogando melhor, o Dragão não conseguiu reverter o resultado e acabou perdendo pelo placar de 4 a 3 no agregado, pois no jogo de ida havia perdido por 2 a 1. Com o gol de Cristian e Renato Kayser,  o Furacão avançou para as quartas de finais. Zé Roberto e Éder marcaram para o Dragão. 

Primeiro tempo

A partida inicial começou com os dois times equilibrados, mas os goianos tomaram mais iniciativa, pois tinham que buscar a vitória para seguir na competição, e com isso pressionou o tempo todo o Furacão. O Dragão teve duas oportunidades, uma jogada com Natanael, mas o lateral estava impedido e com Dudu que entrou na grande área e bateu cruzado e a bola acabou desviada e saiu para o escanteio.  

A equipe paranaense vai segurando os goianos e apostando nos contra-ataques e no finalzinho da etapa inicial, Christian abriu o placar para o Furacão, após receber a bola na entrada da área, e de primeira acertou no canto, sem chance para o goleiro Fernando Miguel. Com esse resultado os paranaenses vai vencendo por 3 a 1 no agregado.

Dragão fora da competição

O segundo tempo começou com o Dragão partindo para cima dos visitantes, e aos 6 minutos, Zé Roberto foi derrubado na grande área e o árbitro consultando o VAR marcou pênalti para a equipe rubro-negro, o atacante cobrou com qualidade e empatou a partida em 1 a 1, no Castelo do Dragão.

O Furacão acordou a partida e aos 20 minutos, Renato Kayser foi derrubado na área e o árbitro marcou  pênalti a favor do time paranaense, e Nikão cobrou e Fernando Michel defendeu, mas o juiz mandou voltar a cobrança, pois VAR viu que o goleiro não estava com o pé em cima da linha. O Athletico Paranaense trocou o batedor e Renato bateu forte e fez o segundo do time visitante. 

O Furacão passou a atacar mais e ainda teve um gol anulado por impedimento do atacante Renato Kayser. Enquanto o Atlético Goianiense vai para tudo ou nada para reverter o resultado, e no finalzinho da partida, Éder recebeu o rebote na grande area e empatou a partida. mas acabou sendo derrotado por 4 a 3, no agregado e dá adeus para a Copa do Brasil.  

Ficha técnica:

ACG: Fernando Miguel; Dudu, Oliveira, Éder, Natanael; Willian Maranhão, Gabriel Baralhas, João Paulo; André Luís, Janderson e Zé Roberto. 

Técnico: Eduardo Barroca.

CAP: Bento; Marcinho, Pedro Henrique, Thiago Heleno, Nicolas; Richard, Christian, Terans; Vitinho, Nikão, Renato Kayzer. 

Técnico: Antônio Oliveira

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo


Comentários