Esportes

Quanto Goiás, Goiânia, Goianésia e Monte Cristo podem ganhar com venda de Michael

Vale ressaltar que o esmeraldino pega uma parcela maior, pois ainda tem 5% dos direitos econômicos do atacante

diario da manha

A provável venda do atacante Michael do Flamengo para o Al Hilal da Arábia Saudita pode render o equivalente a R$ 2,3 milhões para o Goiás. Isso pelo fato da equipe esmeraldina ter 5% dos direitos federativos do atleta.

O negócio ainda não foi fechado, e o valor oferecido pelo time saudita para contar com o atacante é de US$ 8,4 milhões. Michael que ganhou o apelido de Micha da torcida do Flamengo jogou 105 jogos pelo time carioca e marcou 24 gols, inclusive foi o artilheiro do rubro-negro na última temporada.

A questão é que não é apenas o Goiás que tem direito a um valor da venda de Michael caso ela se concretize. Monte Cristo, Goianésia e o próprio Goiânia que participaram da formação do atacante podem ser beneficiados com o negócio.

Desta forma por exemplo o Monte Cristo tem direito a 0,186%, que é equivalente a 15 mil dólares, ou seja, R$ 82 mil; Já o Goiânia a 0,246%, 20 mil dólares, cerca de R$ 109 mil; o Goianésia por sua vez tem direito a 0,148%, o que representa 12 mil dólares e um total de R$ 65 mil e por fim o Goiás que pode receber o equivalente a 1,36%, ou seja, 144 mil dólares, que é equivalente a R$ 623 mil.

Goiás fica com um valor ainda maior, pelo fato de ainda ter 5% dos direitos federativos do atacante.

*Com informações da Sagres

Leia também:

Comentários