Esportes

Vila Nova: Dado Cavalcanti pretende fazer mudanças em sua estreia diante da Chapecoense

O Tigre busca reencontrar o caminho da vitória para afastar da zona de rebaixamento.

diario da manha

O Vila Nova recebe a Chapecoense no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, nesta quinta-feira, 19, às 19h. Válido pela oitava rodada da Série B do Brasileiro. O Tigre busca reencontrar o caminho da vitória para afastar da zona de rebaixamento. A equipe se encontra na 16ª colocação com apenas sete pontos conquistados. 

O Vila Nova entra em campo sob novo comando. Após a saída de Higo Magalhães, quem chega para substituí-lo é o treinador Dado Cavalcanti que fará sua estreia nesta quinta-feira. Com poucos dias de treinos com o novo técnico, o meia Arthur Rezende comenta que deu para entender o formato de jogo do professor.  

“Foram poucos dias, mas deu para ver a forma que o técnico gosta de jogar e como ele gosta de propor jogos. Ele sabe da nossa responsabilidade em jogar em casa, tem que propor jogo, empurrar o adversário para trás e ser agressivo. Esses dias de trabalhos deu para simular isso, e a equipe não pode perder a confiança e a vontade para conquistar a vitória na nossa casa amanhã”, comentou. 

“Um treinador que eu já conhecia um pouco. Trabalhei com ele no Bahia, e é um professor que gosta de propor jogo e de ter a posse de bola. Ele vem passando para nós desde o primeiro dia, que devemos saber o que fazer com a bola, e ter uma característica de jogo, independente se está jogando dentro ou fora de casa”, acrescentou Arthur Rezende, que relatou já ter trabalhado com Dado Cavalcanti. 

Arthur Rezende destaca a qualidade da Chapecoense, mas ressalta a importância de buscar os três pontos para a equipe colorada, que precisa se afastar da zona de rebaixamento. O meia acrescenta dizendo sobre buscar vencer e se impor dentro de casa com o apoio da torcida. 

“A Chapecoense é um time de tradição, sabemos que contra a Chape sempre é um jogo difícil. Eles foram campeões da última série B e temos muito respeito pelo clube, mas vamos em busca de fazer um grande jogo, pois dentro da nossa casa quem deve controlar o jogo e buscar os três pontos somos nós. Sabemos das qualidades da Chapecoense, um time que se defende bem, se posiciona bem e tem um contra ataque perigoso. Mas vamos em busca de sair com resultado positivo”, disse. 

Arthur Rezende destaca a pressão em cima da equipe pela troca de comissão técnica, que consequentemente aumenta: “Sabemos que a responsabilidade aumenta. É uma situação que incomoda, ninguém está satisfeito. Sem dúvidas, temos que trabalhar mais ainda, porque já trocou a comissão técnica”. Entretanto, o meia acrescenta: “Temos que abraçar a nova comissão e o estilo de jogo do novo treinador. Perdemos tempo no início da série B, e para buscar a primeira parte da tabela, não podemos perder tempo”. 

Dado Cavalcanti 

Por outro lado, o treinador Dado Cavalcanti, que fará sua estreia diante da Chapecoense, comenta que pretende fazer mudanças e testar esquemas diferentes, para quem sabe, ser uma forma de evoluir.  

“É uma estreia, consequentemente, cercada por expectativas. Existe uma condição de mudança, não vou comentar sobre a escalação por motivos óbvios para não fornecer informações ao adversário, mas tem uma perspectiva de mudanças estruturais, com peças e funcional, em relação a algum posicionamento. É natural que eu vá absorver muito do que era feito pelo Higo, o trabalho que vinha sendo feito era equilibrado. Mas de imediato, fazer mudanças, para quem sabe, promover evolução”, disse. 

O treinador destaca que se preocupa com os pontos conquistados pelo adversário fora de casa, uma equipe que vem buscando sair com resultados positivos como visitante: “A Chapecoense é um clube que vem oscilando no campeonato, mas é um time extremamente regular nas partidas fora de casa, vem conquistando pontos fora. Essa é uma preocupação nossa”.

Comentários