Home / Esportes

ESPORTES

Brasil vence México

Brasil vence México em amistoso antes da Copa América

Imagem ilustrativa da imagem Brasil vence México

Com um gol de Endrick nos acréscimos (90'+6), o Brasil venceu o México por 3 a 2 neste sábado (8), no estádio Kyle Field, em College Station, Texas (EUA), em amistoso preparatório para a Copa América.

O atacante de 17 anos, que em julho se junta ao Real Madrid, garantiu a vitória da Seleção de Dorival Júnior, que parecia ter o triunfo assegurado após abrir 2 a 0 com gols de Andreas Pereira (5') e Gabriel Martinelli (54'). No entanto, a equipe cedeu o empate ao time mexicano, que marcou com Julián Quiñones (73') e Guillermo Martínez (90'+2).

"Eu só agradeço a Deus, é o que eu sei fazer. Estou muito contente, muito feliz. Agora, o trabalho não acabou, foi somente um pedaço", declarou Endrick ao final da partida.

Na próxima quarta-feira, o Brasil enfrenta os Estados Unidos em mais um amistoso, o último antes da Copa América (20 de junho a 14 de julho).

Para o México, o resultado aumenta a pressão sobre o técnico Jaime "Jimmy" Lozano, que terminou a preparação para o torneio continental com um desempenho decepcionante: uma vitória magra por 1 a 0 sobre a fraca seleção da Bolívia e derrotas para Uruguai (4 a 0) e Brasil.

Sem Estrelas

O jogo teve um toque histórico: o Kyle Field, com capacidade para mais de 100 mil espectadores, um dos tradicionais palcos do futebol americano universitário, recebeu um jogo de futebol pela primeira vez.

As duas equipes precisavam de um bom resultado: o Brasil para esquecer o tenebroso ano de 2023, o México para superar a derrota na final da Liga das Nações da Concacaf para os Estados Unidos em março e a goleada sofrida para o Uruguai.

Apesar da necessidade de recuperar prestígio, Dorival Júnior deixou suas estrelas no banco e apostou em uma equipe alternativa, com dois estreantes (Evanilson e Ederson) e quatro jogadores como titulares pela primeira vez.

Foi a união de dois deles que gerou o primeiro gol brasileiro: Savinho acertou um passe entre dois zagueiros mexicanos para Andreas Pereira, que se livrou da marcação e bateu cruzado, superando o goleiro Julio González.

O México, com seu melhor elenco em campo, lutou para superar as linhas defensivas da Seleção e criar perigo ao gol de Alisson.

Endrick Decide

O ataque do Brasil despertou no início do segundo tempo, antes mesmo das entradas de Vinícius Júnior, Lucas Paquetá e Endrick.

O zagueiro Éder Militão fez um lançamento do meio-campo que Yan Couto recebeu pela direita, foi à linha de fundo e cruzou para Martinelli mandar a bola para as redes.

A comemoração foi interrompida momentaneamente devido a um canto homofóbico da torcida mexicana contra Alisson.

Após a retomada do jogo, o México melhorou e conseguiu o empate explorando o lado direito da defesa brasileira: no primeiro gol, Quiñones completou cruzamento de Alexis Vega; no segundo, Martínez aproveitou um rebote de Alisson.

O gol de Martínez parecia selar o empate, mas Endrick estava pronto para frustrar os planos mexicanos.

O jovem atacante cabeceou um cruzamento de Vini Jr. pela esquerda, marcando seu terceiro gol com a camisa da Seleção, após balançar as redes nos amistosos contra Inglaterra (1 a 0) e Espanha (3 a 3), que marcaram a estreia de Dorival no comando da Seleção.

"Temos que ter calma, paciência, sem fazer comparações com outros jogadores. O Endrick precisa se afirmar por ele próprio. Vamos ter muito cuidado com esse garoto, muita coisa está acontecendo na sua vida em tão pouco tempo", disse o treinador sobre o autor do gol da vitória do Brasil.

Leia também:

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias