Goiânia

Cerca de 70% dos goianos não cumprem isolamento

Secretário da saúde alerta que se as pessoas não respeitarem o isolamento de nada vai adiantar o decreto

diario da manha

A Secretaria da Saúde divulgou que os goianos não estão cumprindo as medidas preventivas para evitar a contaminação e disseminação da Covid-19. Segundo os dados divulgados pela Secretaria 70% das pessoas não estão fazendo o isolamento social. As ruas de Goiânia continuam cheias de pessoas e as lojas continuam abertas.

A taxa de isolamento desde o inicio do decreto teve uma mudança muito pequena, segundo os dados divulgados. Na primeira semana a taxa de pessoas em casa era de 32,6%, já na segunda semana aumentou para 33,4%. De acordo com o psicólogo Wadson Arantes Gama, essa mudança tão pequena é referente as pessoas negarem o que está de fato acontecendo.

Contudo, ele completa que as pessoas negam a ciência, a doença e acreditam que não vão se contaminar com facilidade. Essa certeza faz com que empresas continuem abertas, recebendo clientes à todo vapor. É o caso de uma empresa de cursos em Goiânia, ela foi flagrada recebendo alunos, muitos, sem o uso de máscara.

Com o uso da internet ficou mais fácil monitorar quem está descumprindo as medidas do decreto. Um alto nível de pessoas foi identificado quebrando o isolamento social. Pessoas caminhando em parques, realizando festas clandestinas no final de semana e aglomerando sem necessidades prejudicam a ação do governo.

De acordo com o secretario estadual de saúde, Ismael Alexandrino, não adianta o governo tentar amenizar a transmissão da doença, se a população não contribui fazendo sua parte. No supermercado por exemplo, a medida é que apenas uma pessoa por família vá as compras, o que claramente não está sendo respeitado.

Uma mãe, fez um apelo denunciando a empresa de lava jato onde o filho trabalha. De acordo com ela, os donos do estabelecimento se recusam a fechar, fazendo com que os funcionários compareçam no serviço. Contudo, a Secretaria apoia a iniciativa de denuncias anônimas contra esse tipo de estabelecimento.

Outras medidas

Assim também, as empresas estão sendo orientadas a manter o funcionário em casa, sendo descontado nos bancos de horas ou como forma de férias antecipadas. Fiscais da prefeitura estão monitorando os comércios de Goiânia afim de fechar ou até mesmo multar quem descumpre o decreto. Contudo, mais de 200 lojas foram fechadas nesse período.

Leia também:

Comentários