Goiânia

Juíza concede liberdade ao suspeito de calote em bar de Goiânia

A juíza Maria Antônia de Faria concedeu liberdade provisória, na útima segunda-feira 18, a Ruan Pamponet Costa, de 28 anos, suspeito de dar calote em um bar de Goiânia ao fingir passar mal para não pagar conta de mais de R$ 6 mil. A magistrada mandou soltar o suspeito sem o pagamento de fiança de R$ 10 mil, que havia sido determinado há dois dias pela juíza Lívia Vaz da Silva

diario da manha

A juíza Maria Antônia de Faria concedeu na última segunda-feira 18, a liberdade provisória de Ruan Pamponet Costa, de 28 anos, suspeito de dar calote em um bar de Goiânia, ao fingir passar mal para não pagar conta de mais de R$ 6 mil. A magistrada mandou soltar o suspeito sem o pagamento de fiança de R$ 10 mil, que havia sido determinado há dois dias pela juíza Lívia Vaz da Silva.

Ruan Pamponet alegou ser barman e não ter dinheiro para pagar o valor da fiança. Ele foi preso no último sábado, 16, depois de consumir uísques, gins, cervejas, comer pratos de picanha e camarão com amigos e mulheres em um bar do Setor Marista. Bombeiros foram chamados e relataram que o homem estaria fingindo um mal-estar.

Ainda de acordo com a decisão, Ruan não poderá frequentar bares, aproximar de vítimas ou testemunhas do ocorrido, deve permanecer em recolhimento domiciliar nos dias de folga. Além disso, ele deve comparecer mensalmente em juízo para informar e justificar atividades.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários