Goiás

Operação contra corrupção na Agetop cumpre mandados de busca e apreensão

O processo investiga 10 obras públicas

diario da manha

O Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou na manhã desta sexta-feira, 30, a Operação Old School para cumprir 21 mandados de busca e apreensão. O objetivo é apurar crimes de corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, organização criminosa e lavagem de dinheiro praticados por servidores da antiga Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop) e empresários da Construção Civil.

No total, 10 obras públicas estão sendo investigadas para execução por diversas construtoras por valor de R$400 milhões em valores desatualizados. A operação ocorre em Goiânia, Aparecida e Senador Canedo. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

Os mandados foram expedidos pela 4ª Vara Estadual de Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa e Lavagem ou Ocultação de Bens Direitos e Valores.

Leia também:

Comentários