Goiás

Homem suspeito de ameaçar policiais nas redes sociais é preso

A prisão fez parte da Operação Hominis, que também prendeu outros três suspeitos por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo

diario da manha

Um homem suspeito de ameaçar policiais civis nas redes sociais foi preso em Goiás, na última terça-feira, 03. Ele é investigado em um homicídio contra um jovem de 21 anos, em Bom Jesus de Goiás, que foi morto a tiros.

“Não tem tintas acrílicas nem suvenil, só macaco ‘loko’, meto bala na civil…”, dizia o post do suspeito em rede social.

A prisão fez parte da Operação Hominis, que também prendeu outros três suspeitos por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Segundo a polícia, nove mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva foram cumpridos em Bom Jesus de Goiás e Edeia, durante a operação. O objetivo é reprimir crimes de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Foram apreendidas pelos policiais civis, porções de maconha, cocaína, balança de precisão, munições e de duas armas, sendo uma delas com numeração raspada.

Armas e drogas apreendidas durante a Operação Hominis em Bom Jesus e Edeia, em Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Armas e drogas apreendidas durante a Operação Hominis em Bom Jesus e Edeia, em Goiás Foto: Divulgação/Polícia Civil

De acordo com a polícia, as investigações começaram em maio deste ano, após o homicídio de um jovem de 21 anos, em Bom Jesus. Segundo a Polícia Civil, um jovem de 19 anos também foi atingido com um tiro de raspão na cabeça, no mesmo crime.

Três homens foram presos suspeitos de ter envolvimento no crime. E um jovem de 19 anos também foi preso em flagrante, durante a operação, por posse irregular de arma. Os quatro presos foram localizados nas casas onde moravam, nas cidades de Bom Jesus e Edeia.

Leia também:

Comentários