Goiás

Noiva é multada por dirigir bêbada após sair do casamento

Segundo o delegado, o noivo também estava embriagado e dormia no banco do passageiro

diario da manha

Uma mulher foi flagrada dirigindo bêbada, ainda com o vestido de noiva em uma blitz da Polícia Civil, em Anápolis, a 55km de Goiânia. Segundo o delegado Manoel Vanderic, o noivo também estava embriagado e dormia no banco do passageiro. O casal tinha saído do casamento e voltava para casa, no último sábado, 31. Eles não tiveram os nomes divulgados.

De acordo com o delegado, a mulher não chegou a ser presa, mas foi multada por apresentar teor alcoólico de 0,26 mg, índice abaixo da tolerância criminal, de 0,33 mg. Já o homem apresentou teor de álcool no sangue de 0,76 mg, acima do permitido e foi preso. O casal aguardou que um familiar fosse buscar o carro deles para serem liberados.

“Ele dirigia o caminhão na Avenida São Francisco, que é uma das mais movimentadas, em zigue-zague e alta velocidade e estava bem embriagado”.

Latas de cerveja são encontradas no painel de caminhoneiro dirigindo bêbado em Anápolis, Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Polícia encontra latas de cerveja no painel de caminhoneiro dirigindo bêbado em Anápolis, Foto: Divulgação/Polícia Civil

O delegado informou que 33 motoristas foram flagrados alcoolizados na operação. Ao todo, 10 foram presos. A Polícia Civil efetua a prisão de quem apresenta teor alcoólico acima do tolerado ou quem apresenta sinais de embriaguez e se recusa a fazer o teste do bafômetro.

Cerca de 300 pessoas foram presas nas operações deste ano em Anápolis. Segundo Vanderic, a embriaguez ao volante foi responsável por 60 mortes, entre janeiro de julho deste anos,

“No ano passado, foram 133 mortes. A embriaguez ao volante responde por um terço das mortes no trânsito. É a maior causa de mortes entre jovens no país”, ressaltou o delegado.

Comentários