Internacional

Sonda indiana pousará no polo sul da Lua nesta sexta (6/9)

A missão da Chandrayaan-2 tem a missão de mapear a Lua à busca de depósitos de gelo e pesquisar o que existe exatamente no polo sul da Lua.

diario da manha
Foto: Reprodução

Lançada da base espacial indiana em julho deste ano, a Índia deve pousar seu módulo de exploração na lua nesta sexta-feira (6), entre as 16h e 17h (horário de Brasília). De acordo com a Agência Espacial Indiana, a missão da Chandrayaan-2 vem na esteira da sua antecessora que teve como missão mapear a Lua na busca por depósitos de gelo e pesquisar o que existe exatamente no polo sul da Lua. A Nave foi projetada para continuar essa investigação, que poderá trazer descobertas importantes.

Se tudo der certo, o país entrará para a história da exploração espacial por ser o primeiro a levar um rover (veículo de exploração espacial projetado para mover-se na superfície da lua) ao polo sul lunar. 

A Chandrayaan-2 é composta por três módulos, o orbitador, um módulo de pouso e um pequeno jipe. O local de pouso do módulo será um planalto que se eleva entre duas crateras, chamadas Manzinus C e Simpelius N, localizado a 600 quilômetros do polo sul. Toda a sequência de pouso é automática com as manobras podendo ser corrigidas através da análise da situação pela própria sonda.

Segundo a Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO), que supervisiona a missão, se o pouso for tranquilo, o local se tornará o ponto mais ao sul da Lua a ser visitado na história.

Após o pouso, o rover vai trabalhar na exploração da Lua por cerca de 14 dias. Depois virá a noite lunar, podendo chegar a -184 graus Celsius e dura cerca de duas semanas. Nessa temperatura, as máquinas robotizadas provavelmente deixarão de funcionar, pois não foram projetadas para sobreviver nessas condições.

Mesmo assim, o módulo orbital da missão continuará trabalhando por cerca de um ano, dando voltas na Lua de um polo para o outro, com o objetivo de conhecer um pouco mais essas regiões.

Com informações do yahoo e G1

Comentários