Internacional

Sara Rogel: a jovem que foi presa quase uma década por aborto

Sara Rogel a jovem que foi presa quase uma década por aborto .

diario da manha

Sara Rogel, a jovem que foi presa por quase uma década acusada por aborto ou seja por homicídio qualificado. Tudo aconteceu em Outubro de 2012 a jovem salvadorenha de 18 anos, foi condenada por um aborto. Porém, segundo ela, por acidente .

O acidente ocorreu por motivos de uma queda que Sara sofreu, ela estava com oito meses de gravidez e caiu em sua casa, logo foi levada inconscientemente ao hospital. Ao chegar no hospital de El Salvador com o quadro de aborto a equipe do hospital logo aciona a polícia.

De acordo com relatos de Sara ele amava a filha que esperava em sua barriga. Antes na prisão relatou que seus sonhos foram roubados, por não concluir os estudos ,e sentia muita falta da família.

Situações semelhantes a história de Sara acontece em El Salvador, em que 16 mulheres já se encontram presas em situações similar, é o que afirma a ONG Agrupación Ciudadana .

A expectativas de mudanças para esta situação ou seja o presidente Nayib Bukele tem promessas de reformas. Porém qualquer mudanças relacionado ao aborto tem que antes passar pelo congresso .

“Eu amava a minha bebê. Tinha tudo o que uma mãe desejaria, que é ter seu bebê, que estava prestes a chegar”, diz Sara Rogel

Depois de quase dez anos na cadeia a jovem acredita que depois de tudo que aconteceu acabou com a suas aspirações, mas sua missão é ajudar mulheres que estão passando pela mesma situação .

Hoje estou aqui pedindo que se faça justiça para minhas companheiras que continuam presas. Porque, assim como eu sofri esse dano, há muita gente atrás das grades há muitos anos. Quero justiça para elas também”, afirmou Rogel

Em 2020 Cidy Erazo recebeu a sua soltura depois que passou 6 meses na cadeia por acusação de homicídio qualificado.

Semelhantemente a situação de Evelyn Hernández, com a mesma sentença e pelo mesmo crime, onde seu bebê recém nascido foi encontrado morto em um banheiro que ela deu a luz e desmaiou , após 3 anos na prisão foi libertada.

Já a situação de Sara após quase dez anos de detenção em um presidio feminino, depois de varias audiências e processos a justiça de El Salvador decretou no fim de maio sua liberdade condicional .

Leia também:https://www.dm.com.br/brasil/entorno-do-df/2021/06/em-luziania-bebe-e-encontrado-morto-em-berco/

tags:

Comentários