Internacional

Japonês sobrevivente de Hiroshima morre aos 96 anos

"Eu sofri queimaduras no corpo todo", disse Tsuboi ao recordar o acontecido em 2016 à AFP

diario da manha

O japonês Sunao Tsuboi, um sobrevivente do bombardeio atômico de Hiroshima em 1945, morreu aos 96 anos no último sábado, 23, conforme o diretor Nihon Hidankyo que atua em organização de vítimas da bomba nuclear.

Tsuboi era um professor, ativista e defensor do desarmamento nuclear. Em 2016, se reuniu com ex-presidente americano Barack Obama durante sua visita a Hiroshima no evento em memória às vítimas do ataque. Em 6 de agosto de 1945, Tsuboi tinha 20 anos e estava na Faculdade de Engenharia de Hiroshima quando os americanos lançaram a primeira bomba atômica da história, matando cerca de 140 mil pessoas.

Três dias após o primeiro ataque, o segundo bombardeio foi lançado sobre a cidade de Nagasaki, e matou cerca de 40 mil pessoas, levando a rendição japonesa em 2 de setembro e encerrando a Segunda Guerra Mundial. O ataque transformou a cidade em um inferno e provocou milhares de mortes.

“Eu sofri queimaduras no corpo todo”, disse Tsuboi ao recordar o acontecido em 2016 à Agence France-Presse (AFP). Segundo o Hidankyo, ele morreu vítima de uma anemia.

Leia também:

Comentários