Internacional

Bulgária: acidente deixa 45 mortos

Entre as vítimas estão 12 crianças

diario da manha

Um acidente deixou cerca de 45 mortos nesta terça-feira, 23, na Bulgária. De acordo com as informações divulgadas, entre as vítimas estão 12 crianças, no que é considerado o pior acidente rodoviário do país.

Segundo as informações divulgadas, o ônibus estava com turistas que voltavam da Macedônia do Norte de uma viagem para a Turquia, no momento que bateu com a barreira de proteção lateral da rodovia.

As autoridades policiais investigam as causas do acidente, e não souberam informar que se o veículo pegou fogo antes ou após a batida.

O chefe de polícia local informou que o motorista do veículo morreu na hora, e que ninguém conseguiu abrir as portas do ônibus para que os passageiros conseguissem escapar das chamas.

Em uma declaração após o acidente, o ministro do Interior da Búlgaria, Boyko Rashkov, disse que as pessoas foram reduzidas a cinzas, e classificou a imagem do acidente como apavorante, “nunca vi nada parecido”.

Funcionários trabalham no local do acidente de ônibus na Bulgária em que 45 pessoas morreram. Tragédia ocorreu em rodovia próxima ao vilarejo de Bosnek, ao sul da capital Sófia — Foto: Dimitar Kyosemarliev/AFP
Funcionários trabalham no local do acidente de ônibus na Bulgária em que 45 pessoas morreram. Tragédia ocorreu em rodovia próxima ao vilarejo de Bosnek, ao sul da capital Sófia — Foto: Dimitar Kyosemarliev/AFP

Conforme as informações divulgadas pelo menos sete passageiros conseguiram deixar o veículo ao pular as janelas. Eles foram levados para o hospital de emergência da capital Sófia, e apresentavam queimaduras pelo corpo, um inclusive quebrou a perna. No entanto, as autoridades locais informaram que os sete sobreviventes estão estáveis e foram transferidos para o hospital Pirogov.

Entre as vítimas do acidente estão um sérvio e um belga, o primeiro-ministro da Macedônia do Norte, Zoran Zaev, foi quem repassou a informação, mas não soube dizer se essas pessoas se encontravam entre as vítimas fatais o feridas no acidente.

O ministro afirmou que conversou com um dos sete passageiros que sobreviveram ao acidente, e que foi informado que no momento em que o ônibus colidiu os ocupantes do veículo estavam dormindo e foram acordados pelo som de uma explosão. De acordo com as declarações do sobrevivente, os passageiros que estavam sentados na parte de trás do veículo conseguiram quebrar uma janela e sair do ônibus.

*Com informações do G1

Leia também:

Comentários