Mundo

Taj Mahal é reaberto mesmo com o aumento diário de casos de Covid-19 na Índia

O monumento reabriu nesta segunda-feira (21), seguindo um protocolo sanitário rígido que inclui a restrição no número de visitantes, o uso obrigatório de máscara e distanciamento físico. Cerca de 100 mil novos casos são registrados todos os dias no país.

diario da manha

Após seis meses de fechamento devido a pandemia de Covid-19, o Taj Mahal, monumento mais visitado da Índia, reabriu nesta segunda-feira (21). Apesar do aumento das infecções, o país dá prosseguimento à reabertura da economia. As informações são do portal G1.

A reabertura do monumento foi permitida, mas seguindo um protocolo sanitário rígido que inclui a restrição no número de visitantes, o uso obrigatório de máscara e distanciamento físico.

Antes da pandemia, a média diária habitual era de quase 20 mil visitas. Agora, o número de visitantes foi limitado a 5 mil – em dois horários diferentes e com entradas reservadas online.

Nesta manhã, o Taj Mahal recebeu cerca de 200 visitantes, de acordo com a France Presse.

Ademais, o governo indiano está gradualmente retirando as limitações de voos, trens, mercados e restaurantes, na tentativa de estimular a economia do país.

Avanço da pandemia na Índia

O gigante asiático, com 1,3 bilhão de habitantes, já registrou mais de 5,4 milhões de casos de infecção pelo novo coronavírus. O país é o segundo em registros oficiais da doença, no levantamento feito pela universidade americana Johns Hopkins. Cerca de 100 mil novos casos são registrados todos os dias no país.

A Índia já registra 87,8 mil óbitos provocados pela Covid-19 e aparece em terceiro em número de mortes, atrás dos EUA (199 mil) e do Brasil (136 mil). Especialistas alertam para o problema da subnotificação.

Comentários