Ciência

Asteroide de 1 km passará próximo da Terra no domingo (21), diz NASA

Astrônomos apontam que o asteroide batizado de de 231937 (2001 FO32) provavelmente será o maior a passar tão perto da Terra neste ano

diario da manha

A Agência Espacial estadunidense (Nasa) informou que um asteroide com cerca de 1 quilômetro (km) de diâmetro e 550 metros de largura passará próximo a terra nesse domingo (21). A rocha formada nos primórdios do Sistema Solar, é classificado como “potencialmente perigoso”, mas apresenta risco praticamente nulo de colisão com o nosso planeta.

Segundo os astrônomos, o asteroide batizado de de 231937 (2001 FO32) provavelmente será o maior a passar tão perto da Terra neste ano. O objeto deve atingir uma velocidade de aproximadamente 124 mil km/h e de acordo com a Nasa, proporcionará, aos astrônomos, “uma rara oportunidade de se observar uma relíquia rochosa que se formou no início do nosso Sistema Solar”.

A rocha espacial vai estar mais visível na noite entre sábado (20) e domingo (21) de março, quando o asteroide passará entre as constelações do Escorpião e Sagitário. Conforme os astrônomos, apesar de sua dimensão, o asteroide 2001 FO32 não estará brilhante a ponto de ser ser visto a olho nu. Então, os curiosos não poderão observar sua passagem nem mesmo com um binóculo ou com um telescópio de pequeno porte.

Mas para quem deseja observar o asteroide, ainda há esperanças, pois o Projeto Telescópio Virtual, com sede em Roma, transmitirá um grupo de observação online por meio de seu site. Até a passagem o asteroide será objeto de rastreamento.

“Potencialmente perigoso”

Segundo o Centro de Estudos de Objetos próximos à Terra (CNEOS), da Nasa, para ser considerado de fato perigoso é necessário que a órbita de um asteroide cruze com a da Terra com uma distância inferior a 7,5 milhões de quilômetros. Outro indicador é que a rocha precisa ter um diâmetro superior a 140 metros.

Dessa forma, o asteroide 2001 FO32 atendeu a todos esses requisitos. O esperado pelos pesquisadores é que a rocha espacial passe a uma distância mínima de cerca de 2 milhões de quilômetros de nós. Para se ter noção, isso é equivale a 5,25 vezes a distância média entre a Terra e a Lua —com uma velocidade de quase 124 mil km/h.

“Essa distância é próxima em termos astronômicos, e é por isso que o 2001 FO32 foi designado um ‘asteroide potencialmente perigoso'”, explica o diretor do CNEOS, Paul Chodas, referindo-se ao asteroide cuja órbita ao redor do Sol ocorre a cada 810 dias.

Monitoramento

O 231937 (2001 FO32) vem sendo monitorado desde que foi detectado por telescópios de um programa do MIT Lincoln Laboratory, financiado pela Força Aérea dos EUA e pela Nasa, em 23 de março de 2001. 

Os pesquisadores coletam dados relacionados a atividade do objeto e usaram essas informações para calcular a órbita do asteroide e determinar a que distância a rocha espacial chegará da Terra.

A próxima visita do asteroide às vizinhanças da Terra está prevista para 2052, quando ele passará a 2,8 milhões de quilômetros do planeta.

*Com informações do IstóÉ.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe DM Online www.dm.jor.br pelo WhatsApp (62) 98322-6262 ou entre em contato pelo (62) 3267-1000.

Leia também:

Comentários