Coronavírus

Uso de máscara deixa de ser obrigatório em Portugal

Foram 318 dias de obrigatoriedade do uso do item desde a regulamentação da lei no país

diario da manha

O governo português desobrigou o uso de máscaras no país a partir desta segunda-feira, 13. Foram 318 dias de obrigatoriedade do uso desde a aprovação da lei, no dia 28 de outubro do ano passado.

Segundo o Our World in Data, da Universidade de Oxford, Portugal está prestes a se tornar o país mais vacinado do mundo, o que permite a flexibilização de muitas medidas que, até então, eram rígidas.

Em nota à imprensa, a Direção-Geral da Saúde (DGS) afirma que vai renovar as orientações, preservando o uso opcional das máscaras ao ar livre em “situações especiais, nomeadamente aglomerados previsíveis ou potenciais de pessoas, contextos específicos e situações clínicas particulares.”

No entanto, o uso de máscara segue sendo obrigatório dentro do transporte coletivo, interior de órgãos públicos, supermercados, shopping centers, lojas, salões de beleza e restaurantes, assim como nas escolas, onde alunos acima de dez anos e professores devem utilizar o item.

Vacinação

De acordo com dados do Our World in Data, Portugal é o segundo país do mundo com maior número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose: 87%. O país fica atrás apenas dos Emirados Árabes Unidos, que tem 89%. Porém, no que corresponde à imunização completa, Portugal fica no topo do ranking, com 80% da população duplamente vacinada.

Leia também

Comentários