mundo

Padre é preso suspeito de agressão sexual em internato indígena

Ele deverá comparecer perante a Justiça em 20 de julho

diario da manha
Foto: Reprodução

O padre Arthur Masse, de 92 anos foi preso na sexta-feira, 18, pela polícia canadense por suspeita de agressão sexual a uma estudante indígena há cinco décadas.

O padre, agora aposentado, foi acusado de “agressão indecente” e posteriormente colocado em liberdade condicional. Ele deverá comparecer perante a Justiça em 20 de julho.

“A vítima neste caso passou por muita coisa em meio ao processo de investigação e se manteve firme para levantar a voz sobre o que aconteceu com ela”, afirmou o sargento Paul Manaigre, da Polícia Real Montada do Canadá, em entrevista coletiva.

Cerca de 150.000 indígenas, crianças métis e inuits, foram internados à força em 139 internatos, do final dos anos 1800 até a década de 1990 em todo Canadá. Passaram meses, e até anos, isolados de suas famílias, língua e cultura.

Com informações do G1

Comentários