Opinião

Corredores de ônibus e a melhoria na mobilidade urbana

diario da manha

Carlos Soares,Especial para Diário da Manhã

A presidenta Dilma vem a Goiânia nesta quinta-feira, 19, assinar a ordem de serviço para a implantação dos 21,8 km do BRT (bus rapid transit) Norte-Sul em Goiânia, ao custo de R$ 340 milhões do PAC (Programação de Aceleração do Crescimento). Na oportunidade, a presidenta Dilma e o prefeito Paulo Garcia, também entregarão vários ônibus para o sistema de transportes da Capital. As boas medidas anunciadas visam transformar valores para tornar realidade um conceito fundamental dos dias atuais: a mobilidade. Pois, somente a ação pelo atendimento à maioria fará da cidade um espaço melhor.

A velocidade dos nossos ônibus, nas vias onde não haviam corredores preferencias de ônibus, era de 14 km/h. Com a implantação dos corredores, já chega a 25km, como o caso da avenida Universitária. A meta será atingir, com a implantação dos corredores, 25 km. No caso do BRT que é um corredor exclusivo, os números são ainda melhores, a velocidade, daquele trecho, passará de 14 km/h para 30km/h.  A economia de tempo nos 21,7 km de extensão e ligará as regiões noroeste (Terminal Recanto do Bosque) e sul (Terminal Cruzeiro), será de 50%. Uma viagem que hoje dura 1h20 min passará para apenas 45 min.

O coordenador da Unidade Executora do BRT, Ubirajara Alves Abud, explica que além do fator velocidade, o corredor que hoje transporta 120 mil usuários irá melhorar a qualidade do transporte. “Esse é um projeto que vai revolucionar o transporte de Goiânia, pois trará mais qualidade. Com a assinatura da ordem, e duas a três frentes de trabalho, a obra será concluída em 20 meses”. destacou. São medidas que, em conjunto, estanca a demandada de usuários do sistema e melhora o trânsito. Em São Paulo, onde os carros parados observam a rapidez dos ônibus a seu lado, fez cair a piora do trânsito de 17% em 2012 frente a 2011, para 9% em 2013, 2% 2014 e terá neste ano a primeira melhoria em décadas.

O segundo corredor preferencial implantando na cidade foi o da Avenida T63, que resultou em economia, por viagem, de 05 minutos no pico da manhã e 06 minutos no pico da tarde. No corredor da Avenida 85, os usuários, ganharam 06 min pela manhã e 13 minutos pela tarde. Os próximos corredores preferenciais nas avenidas T-7, Já em obras; T-9, Independência e 24 de Outubro, também irão experimentar ganhos fortes para os usuários. Na Avenida T-7, a estimativa é que serão 12 minutos de economia no pico da manhã e 29 minutos no pico da tarde. Ao todo, a cidade contará com 49 km de corredores de ônibus, o que irá impactar positivamente todo o trânsito.

O momento é emblemático. Precisamos escolher entre o uso do automóvel particular para todas as finalidades, que transporta uma média de 1,4 passageiros, ou o estímulo ao coletivo, que chega a servir perto de 200 usuários. Estamos num processo de melhora do sistema que contém vários pontos importantes como aumento de frota e os corredores. Isso, para garantia de que cada vez mais usuários possam migrar para o transporte público.

São muitas obras contidas nos projetos dos corredores preferenciais, como sinalização semafórica, melhoria do pavimento, abrigos, iluminação, ciclovia e jardinagem. Mas destaco as calçadas acessíveis; que trará segurança inclusão e agrega conceito moderno aos projetos. Os benefícios que garantirá menos tempo no deslocamento de casa para o trabalho, e devolverá, ao trabalhador, cerca de quatro horas semanais de tempo perdido nos engarrafamentos, levará dignidade e provará a eficácia de políticas sérias dirigidas por quem tem coragem para mudar, e pensa nossa cidade para o futuro.

 

(Carlos Soares (PT), é vereador e líder do prefeito na Câmara Municipal de Goiânia)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais