Opinião

Terra exausta da nossa opressão!

diario da manha

Lucas Pimentel ,Especial para Opinião Pública

Sempre fizemos guerras localizadas nas disputas por mais terras, num combate insano, saqueando as riquezas de outros, para manifestar cada vez mais o poder e saciar as nossas ganâncias e cobiças, tomando para si os povos vencidos como escravos, para trabalharem humilhados, sem nenhum direito e inclusive o da própria vida!

Esses canalhas sádicos se orgulhavam de seus comandos covardes, para ver, desdenhar e submeter a desonra dos povos vencidos, por tiranos pervertidos daqueles impérios totalitários, que constrangiam todos numa intimidação caótica de tristeza e misérias sem limites…

Nesse nosso tempo turbulento, tido como moderno, mas no entanto, o terror dos fanáticos imprudentes, que caminham a passos largos, no desejo do cataclismo nuclear, espalhando principalmente no hemisfério norte, com milhões de bocas famintas e sedentas, com seus cérebros e corações fervilhando de ódio e fanatismo doentio, em quase todo o mundo, na busca de justiça ou da destruição!

Tivemos muitos milênios de advertências e exemplos, para que usássemos o nosso “livre-arbítrio” em prol de nós mesmos e que pudéssemos preservar a mãe natureza e plantássemos as boas sementes. Mas apenas a depredamos, sugamos e a poluímos ao máximo, os recursos naturais e devastamos as nossas reservas e ainda fizemos com a nossa brutalidade, a extinção de milhares de espécies animais…

Assim, já estamos vendo e sentindo os resultados nefastos em nosso redor, pois navegamos no mesmo oceano!

Seremos possivelmente vítimas do indiferentismo das potências bélicas, que não se importam diante de seus instintos infernais, em massacrar inocentes nas suas masmorras infectadas, somente para demonstrar às demais nações, a sua intenção condicionante, do seu poder bestial!

A nossa Terra tem nos oferecido todas as condições para a sobrevivência da nossa espécie, ofertando todos os elementos e as condições suficientes, para o caminhar pacífico e solidário, interagindo nos relacionamentos, com todos os animais ainda em evolução primária e natural, mas parece, que a maioria de nós, não desiste da ganância dos matadouros, e da opressão sobre o nosso proletariado; sugando incessantemente, quase todos os que produzem! Que pena, pois na nossa história sangrenta, nos mostra que pelos primórdios do nosso tempo, a natureza possuía os seres carnívoros, roedores e também muitos herbívoros em evolução…

Esses veganos por opções mais altruístas, já demonstravam sentimentos congênitos e humanitários e também mais compreensíveis das fraternidades universais e ainda recebem mais nitidamente as consolações celestes!

Com certeza, sua evolução está no caminho de avançar mais rapidamente àqueles que matam e se alimentam dos nossos animais domésticos e silvestres.

Demonstravam e ainda demonstram aos seres evoluídos a nossa volta, as nossas bestialidades com tantas matanças, guerras e opressões sobre nossos semelhantes.

O tempo correu morosamente e também a nossa evolução, até agora, vem engatinhando por conta dos maus que vivem em nosso redor…

No transcorrer dos milênios, muitos iluminados nasceram e renasceram nos 5 continentes, mostrando e ensinando os caminhos corretos para a sobrevivência sem depredar a natureza, numa evolução física, moral e científica para nosso planeta Terra.

No entanto, nesses ciclos vividos, poucos aprimoraram no tripé: ciência, moralidade e fraternidade. Assim, 60% da nossa civilização teima em permanecer nos mesmos erros dos nossos ancestrais, em suas conspirações individuais ou via de suas máfias, com mentiras, roubos, assassinatos e guerras que parece não ter fim…

Que pena, pois agora, neste século XXI, chegou o tempo de cobrar de cada um de nós a colheita de tudo o que plantamos e iremos receber obrigatoriamente o prêmio por tudo que cada um de nós fez, e receberemos de acordo com os nossos merecimentos!

Também a nossa razão sonda no cerne do nosso ser e constata-se, que todo esse complexo de energia, origina-se do nosso espírito, que explicita de acordo com a nossa vibração, que produz no campo do nosso crescimento ou decadência moral!

Desta forma, e de acordo com o ilustre Chico Xavier, temos a data limite de 20/07/2019, para realizarmos e demonstrarmos nossas virtudes ou decrepitudes, que nela foi demonstrada, ou iremos percorrer, caminhos de incógnitas, com a nossa pouca bagagem espiritual, e assim, a nossa alma pede socorro psicofísico na nossa evolução sem fim!…

 

(Lucas Pimentel, advogado, kardecista. E-mail: [email protected])

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 22:23

Brasília – Prazo de validade vencido

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar