Opinião

Catalão, a locomotiva de Goiás segue em frente

Jardel Sebba ,Especial para Opinião Pública

diario da manha

 

O desafio de governar um dos municípios mais importantes de Goiás, que sedia um expressivo polo automobilístico e grande centro de produção mineral, não é uma tarefa fácil. Apesar de suas riquezas, Catalão também enfrenta dificuldades financeiras decorrentes da grave crise que assola a economia nacional. Não bastasse a recessão, ainda temos que conviver com o atraso político da oposição, que até hoje não aceitou o resultado democrático das urnas e tenta a todo custo desestabilizar o governo municipal.

Locomotiva de Goiás, Catalão é hoje uma cidade de projeção nacional, citada pela imprensa de todo o País e até do exterior como um dos principais destinos dos investimentos nacionais e internacionais. Não podemos nos dar ao luxo de ficar no isolamento político e administrativo. Temos celebrado sem hesitação todas as parcerias necessárias com entidades da iniciativa privada e organismos governamentais para viabilizar programas e obras exigidos pela nossa população.

A integração e a boa convivência com os diferentes povos e pensamentos são parte da nossa história, desde o florescimento de Catalão, que surgiu como entreposto comercial das excursões em busca de metais preciosos no interior do Brasil Colonial.

Por isso mesmo, firmamos o compromisso com a população de Catalão de fazer uma administração não apenas realizadora, mas agregadora. Queremos, cada vez mais, unir a população – servidores públicos, trabalhadores, empresários, segmentos religiosos – em torno do único objetivo de fazer uma cidade de todos e para todos. Uma Catalão mais justa, humana e acolhedora, como é marca da nossa gente.

Em que pese os obstáculos, estamos trabalhando com vigor e tenacidade. Desenvolvemos uma gestão que entrará para a história da cidade como umas das mais produtivas e realizadoras. Acabamos de concluir pouco mais da metade primeiro do nosso mandato e as intervenções feitas pela nossa administração já são visíveis em todo o município.

O nosso foco é atender demandas urgentes e históricas, como as obras de pavimentação e recuperação da capa asfáltica, saúde pública, saneamento básico, construção de moradias populares e melhoria dos serviços de limpeza urbana e coleta de lixo.

Em parceria com o Governo do Estado, estamos implantando 100 quilômetros lineares de pavimentação urbana. Estão sendo investidos R$ 10 milhões em pavimentação. Desse total, R$ 3 milhões estão sendo aplicados diretamente pelo Tesouro Municipal. A nossa parceria política e administrativa com o governador Marconi Perillo, cujo apoio nunca nos faltou, está garantindo a aplicação de muito mais em 2015.

Na Educação demos um salto extraordinário no Ideb, saindo de um desonroso 1.763º lugar para o 153º em nível de Brasil. Em Goiás, que foi o estado que mais se desenvolveu no Ensino Médio no país, Catalão foi a cidade que evoluiu de forma extraordinária, alcançado ao lado de Rio Verde o primeiro lugar em rede.

Além de outras conquistas, inauguramos recentemente a primeira escola de tempo integral da história da cidade, com 125 alunos e 20 professores. Nela, as crianças entram às 7h e saem às 16h30, com 4 refeições oferecidas durante o período e um ótimo aprendizado.

Na Saúde, estamos construindo uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e ainda este ano vamos inaugurá-la. Outras seis Unidades Básicas (UBS) de Saúde estão em fase de construção, sendo que quatro delas serão entregues à população prontas até o final de ano. A UBS do bairro Pontal Norte já será inaugurada no dia 3 de junho.

Em 154 anos e apesar de sua pujança econômica, Catalão só tinha 50% de casas com esgoto sanitário. Essa realidade agora está sendo revertida: terminaremos nosso mandato com pelo menos 85% da cidade coberto com rede sanitária. O objetivo é prevenir doenças, uma vez que para cada real investido em esgoto, economizamos R$ 4 reais em saúde pública.

No trânsito, o grande avanço foi a instalação da Área Azul a área central da cidade, onde se localiza o comércio de Catalão, com hora fracionada e medida por sensores. Os 10 primeiros minutos são gratuitos para os automóveis e as motocicletas são isentas por até quatro horas.

A população e os comerciantes se beneficiaram com a medida. Ficou mais fácil estacionar e o comércio ganhou novo impulso. Tanto que, ao contrário do registro nacional, que apontou queda de 11% nas vendas no final do ano de 2014, Catalão teve um crescimento real de 7%.

Apresentamos na Câmara Municipal um projeto que já aprovado para venda de terrenos do município localizados em loteamentos nobres. Os valores obtidos serão destinados a um fundo de habitação que será utilizado para construção e reforma de casas da população mais carentes.

Todos sabem que estamos atravessando, desde 1999, uma fase de extraordinário crescimento econômico em nosso Estado, resultado da política arrojada e agressiva liderada pelo governador Marconi Perillo de atração de investimentos e de realização de obras públicas. E Catalão está entre os municípios goianos que mais se beneficiaram desse extraordinário crescimento.

Nossa indústria floresceu, impulsionando nosso comércio e melhorando a vida da nossa população. Essa realidade está expressa em números. Somos o 13º município em número de habitantes, mas ocupamos o 5º lugar no ranking das maiores economias de Goiás.

Nosso Produto Interno Bruto, que é a soma das riquezas produzidas durante o ano, cresceu 450% nos últimos anos. Já nosso PIB industrial é o terceiro do Estado. Estamos crescendo, de forma ininterrupta, a índices bem superiores aos da média nacional e aos de municípios semelhantes a Catalão pelo Brasil afora.

A continuidade desse crescimento depende, essencialmente, de uma administração municipal sintonizada com as demandas do setor produtivo e, sobretudo, compromissada com o bem-estar da nossa população. Afinal, são nossas crianças, jovens, homens e mulheres os responsáveis diretos por essa era de grande prosperidade. Homens e mulheres não apenas nascidos aqui em Catalão, mas vindos de todas as partes do Brasil e do mundo.

É por isso que estamos fazendo o melhor possível para melhorar as contas da administração pública e investir, com qualidade e honestidade, os recursos da prefeitura em saúde, educação, na área social, no meio ambiente, na urbanização e no trânsito, na cultura, nas diversas modalidades de esportes e no lazer.

De nada adianta a força e a riqueza de nosso município se a população, especialmente a parcela de menor renda, não tiver o pleno acesso aos serviços essenciais, com destaque para a saúde, a educação e o lazer. Essa é garantia de um povo próspero e, principalmente, feliz.

A população de Catalão é trabalhadora e empreendedora. Por isso mesmo, estamos fazendo uma gestão focada nos efetivos resultados para a população. Os resultados até agora alcançados nos dão a certeza de que já conseguimos muitos avanços, mas sabemos que ainda temos muito a fazer – e vamos fazer, sempre com arrojo e muita determinação.

 

(Jardel Sebba (PSDB: fui deputado estadual, presidente da Assembleia Legislativa e atualmente sou prefeito de Catalão)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais