Opinião

Eu tenho certeza!

diario da manha

Quantas vezes muitos repetem essa frase ‘Eu tenho certeza’ e invariavelmente não temos certeza de nada a apenas achamos que temos? A certeza  depende de conhecermos o problema, e no local visto o acontecimento, conhecer a pessoa que prometeu algo, um cheque emitido por pessoa  altamente de confiança, uma oração prometida em favor de alguém, promessa de comprar uma ‘rifa’ ou doar uma contribuição,  levar um ‘cesta básica ‘ para determinada casa,  ajudar ou colaborar em certa obra e, afinal inúmeras promessas ou afirmações que acreditamos e dizemos, “tenho certeza” que acontecerá. Às muitas vezes ficamos decepcionados com a certeza que não funcionou e aconteceu falhas imprevistas e até desastrosas. Mas o ser humano nunca mereceu essa confiança de ‘olhos fechados‘, de certeza absoluta. No ‘projeto de vida ‘ da Assembleia de Deus, Ministério de Anápolis, foi elaborado pelo           Pr. José Clarimundo um tema muito importante para uma vida cristã vitoriosa: ‘eu tenho certeza”. Um cartilha bem feita e ilustrada com os sub-temas : “Que o Senhor me conhece”, “Que o Senhor me escolheu”, “Que o Senhor me ama”, “Que o Senhor me dá vida”, “Que o Senhor me cura”, “Que o Senhor me perdoa”, “Que o Senhor me abençoa”, “Que o Senhor fala comigo”, “Que o Senhor me vê”, “Que o Senhor me enche de bens”, “Que o Senhor me deu poder”. Precisamos conhecer mais a Deus, pois talvez pensaríamos mais nele se compreendêssemos quem Ele é. Um dos atributos de Deus é o amor, que soma-se com fidelidade, misericórdia e justiça. Então eu tenho certeza que Deus me ama, tenho certeza absoluta que Deus é poderoso, tenho certeza que posso esperar em Deus. As outras ‘certezas’ são ilusões, enganos, superstições, falta de fé, medo, ignorância, levando a muitos na prática de atos indevidos e absurdos, e a confiança em coisas inúteis. Assim fala-se com esperança: ‘eu tenho certeza’ e infelizmente, quantos, inclusive perambulando pelas ruas, vindo de outras regiões com crianças e idosos a pedir socorro. Muitas famílias são enganadas, promessa de emprego de uma vida melhor e muitas ofertas a custa de algum dinheiro recebido de  pessoas simples e carentes. A maldade e irresponsabilidade de pessoas sem Deus, sem coração, fazem muitos repetir com esperança confiando: ‘eu tenho certeza’.  Mas certeza temos somente em Deus, e a fé nos fornece a paciência necessária, o consolo, a força e a coragem, a determinação e  a ação para solução dos problemas. Devemos esperar com paciência sem afobação, precipitação e certeza da intervenção de Deus não agindo aceitando qualquer atração de ‘sereias’ ou caindo no ‘conto do vigário’. Moderação em tudo, prudência e oração nos ensina a Palavra de Deus, e assim podemos dizer :“Eu tenho certeza”.  Depende de uma fé verdadeira, o desejo de nosso coração quanto a uma comunhão mais íntima com Jesus. Apesar dos desafios, indícios não animadores, repleto de incógnitas confiamos em Deus. Esse artigo visa para nós, você e eu, uma meditação para ser feliz e maior desejo de estreitarmos o relacionamento com o Senhor. “Com certeza” frase muito usada, mas no dia a dia, uma esperança de um ano feliz, de uma família de paz e uma sociedade mais justa, pela fé em Deus, “ eu tenho certeza”.

 

(Pr. Leordino Lopes de Carvalho Junior, presidente do Conselho de  Pastores  de  Anápolis – CPA, vice- presidente da ‘Cruzada pela Dignidade’. E- mail- [email protected] –  96284108- 30987016- 92298356)

Comentários

Mais de Opinião

27 de outubro de 2018 as 21:44

A estratégia de Pedro

27 de outubro de 2018 as 21:18

Bom dia, Brasil

26 de outubro de 2018 as 21:35

As propostas de Bolsonaro

26 de outubro de 2018 as 21:34

Ensaio sobre a criação do espaço

26 de outubro de 2018 as 21:33

Um amor de Goiânia

26 de outubro de 2018 as 21:32

Brasil e totalitarismo

26 de outubro de 2018 as 21:07

Esses corregedores do CNJ são uma piada

26 de outubro de 2018 as 21:00

O voo do DM

26 de outubro de 2018 as 20:57

Casos de câncer de mama sobem no País

26 de outubro de 2018 as 20:53

O Brasil pede socorro à CNBB!

26 de outubro de 2018 as 20:49

O direito de sonhar

26 de outubro de 2018 as 20:47

O STF legisla demais