diario da manha
Clarismino Luiz Pereira Junior, Advogado

Neste momento, em que ainda enlutados pranteamos a memoria de Iris Rezende, todos os olhares se voltam para o seu longo e vitorioso legado de Gestor Público.

É unanimidade que foi um grande “tocador de obras”, mas mesmo os Analistas, mais atentos, não tem a percepção de suas realizações em prol do Meio Ambiente e da Sustentabilidade.

Quando ainda, na década de 60, o termo Meio Ambiente, nem era utilizado, Iris fez o Parque Mutirama, dentro de um frondoso Bosque os belos angicos, jatobás etc…, que foram preservados.

Na sua primeira gestão no Governo do Estado, faz o primeiro concurso público para técnicos da Femaco, órgão ambiental, e implanta o Projeto Quelônios, que salvou da extinção as tartarugas do Rio Araguaia.

Na condição de Ministro da Agricultura, foi elaborado todo um Processo Normativo que regularizou o uso de defensivos agrícolas e iniciou o ousado Programa de Micro Bacias, para proteger o solo e os mananciais dos processos erosivos. Na ocasião, em que volta ao Governo Goiano, com as finanças do Estado depauperadas, adquiri a preço de mercado e a vista a área do Parque Altamiro de Moura Pacheco, garantindo este pulmão verde da Área Metropolitana de Goiânia e  assegurando a proteção do Lago do João Leite, que abastece grande parte da nossa população.

No Ministério da Justiça, Iris, constituiu uma Comissão de Juristas, com atuação no Direito Ambiental, que formularam a Lei dos Crimes Ambientais – Lei 9605/98, que constituiu em uma das mais importantes Normas de Proteção Ambiental do Brasil.

Em 2005, Iris retorna à gestão publica, comandando novamente a Prefeitura de Goiânia, durante a campanha eleitoral, sofreu criticas contundentes, que era um politico ultrapassado, e que meio ambiente, passava longe de seus planos. Ledo engano, as questões ecológicas protagonizaram sua gestão, logo instalou o que foi considerado o mais moderno Órgão de Gestão Ambiental do Pais, a Amma, que desenvolveu um trabalho jamais visto no controle de todo tipo de poluição no meio urbano, desenvolveu o mais ousado Programa de Plantio Voluntário de Arborização, “o Plante a Vida”, com distribuição de mais de hum milhão e meio de mudas a população, implantou mais duas dezenas de Parques Naturais Urbanos em todas as regiões da Cidade, revitalizando os Parques existentes, que estavam em ruinas.  Implantou o Programa de Coleta Seletiva e um ousado Programa de Educação Ambiental, consolidando Goiânia como a 2ª Cidade do mundo com maior quantidade de metros quadrados de área verde por habitante e a mais arborizada do Brasil. “Iris Rezende, o tocador de obras e o protetor da natureza”! #iriséeterno

Comentários