Home / Polícia

POLÍCIA

Traficantes suspeitos de duplo homicídio são alvo de operação policial em Goiás e Mato Grosso

A investigação apura uma organização criminosa de Goiás que seria responsável pela morte de um rival e a filha dele, uma bebê de dois anos

- Foto divulgação: PCGO - Foto divulgação: PCGO

Um grupo de traficantes, suspeitos de matar o rival e uma criança de dois anos estão sendo alvo de quatro mandados de prisão e quatro de busca e apreensão neste momento, terça-feira, 2, em Goiânia e Aragarças no Mato Grosso.

De acordo com a Polícia Civil (PCGO), cerca de 20 policiais estão na operação que está sendo feita em conjunto com a Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc) com a Polícia Civil de Mato Grosso (PCMT).

A investigação apura uma organização criminosa de Goiás que seria responsável pela morte de um rival que atuava na distribuição e venda de entorpecentes em Barra do Garças, além do homem, a filha dele, uma bebê de apenas dois anos, morreu durante a execução do pai.

Três pessoas foram presas em Goiânia essa manhã.

Relembre o caso

Em 9 de fevereiro, João Vitor Menezes Soares, de 22 anos, e sua filha, Zaira Menezes Carvalho, de apenas 2 anos, foram mortos, após homens invadirem a residência da família no Jardim Nova Barra Norte, em Barra do Garças. A mulher sobreviveu.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens estacionaram um veículo próximo à casa das vítimas, na rua Vaticano, após arrombarem o portão, eles invadiram o imóvel e iniciaram o disparo contra o pai atingindo a bebê e a mãe que ficou ferida. Após o ataque os suspeitos entraram no carro e fugiram.

Com ajuda de vizinho a mãe da criança chegou a levá-la a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no entanto a menina não resistiu aos ferimentos e morreu durante o atendimento médico.

João Vitor morreu no local da execução, ele estava deitado sobre a cama em um dos quartos da sua residência. A sua esposa e mãe da bebê, 22 anos, foi atingida na mão ao tentar proteger a filha.

A família havia se mudado de Goiânia para Barra do Garças, após João Vitor ter sido ameaçado de morte, ele tinha envolvimento com uma facção criminosa de tráfico de drogas.

Na época da fuga ele estava usando uma tornozeleira eletrônica que foi rompida para esconder sua mudança para o estado do Mato Grosso.

Mais vídeos:

  • POLÍCIA

    Grupo armado rende clientes e faz arrastão em mercado; veja vídeo

    É possível ver quando o suspeito que estava com a arma de fogo, aponta para o alto e atira

    Publicado quinta-feira, 18 de abril de 2024 - 10:26

    / Atualizado quinta-feira, 18 de abril de 2024

  • POLÍCIA

    Homem suspeito de homicídio é preso na Barra da Tijuca

    O inquérito apurou que a motivação para o homicídio foi por causa de uma desavença antiga entre a vítima e o autor dos disparos

    Publicado quarta-feira, 17 de abril de 2024 - 11:15

    / Atualizado quarta-feira, 17 de abril de 2024

  • POLÍCIA

    Chilenos são presos suspeitos de furto em shoppings de Goiânia

    Um deles foi preso enquanto saía de uma loja após cometer furtos, e o outro na rodoviária de Goiânia, onde se preparava para fugir para Foz do Iguaçu

    Publicado domingo, 14 de abril de 2024 - 11:25

    / Atualizado domingo, 14 de abril de 2024

Leia também:

  

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias