Politica

Bolsonaro anuncia criação de comitê com governadores

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a criação de um comitê entre União, estados e municípios vai agilizar a vacinação e diminuir os efeitos da pandemia.

diario da manha

O presidente Jair Bolsonaro anunciou a criaçaõ de um comitê formado por governos estaduais, Congresso e União para combater a pandemia de Covid-19, após reunião na residência oficial do Palácio da Alvorada.

“Resolvemos, entre outras coisas, que será criada uma coordenação junto aos governadores, com o senhor presidente do Senado Federal. Da nossa parte, um comitê que se reunirá toda semana com autoridades para decidirmos ou redirecionarmos o rumo do combate ao coronavírus”, afirmou o presidente em um breve pronunciamento após o encontro, ao lado dos governadores, ministros e chefes de poderes.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a criação de um comitê entre União, estados e municípios vai agilizar a vacinação e diminuir os efeitos da pandemia.

“A conclusão é o fortalecimento do SUS, articulado nos três níveis, União, estados e municípios, para prover à população brasileira, com agilidade, uma campanha de vacinação que possa atingir uma cobertura vacinal capaz de reduzir a circulação do vírus”, afirmou o ministro.

Segundo Bolsonaro, também foi discutido na reunião o “tratamento precoce“, que prevê o uso de medicamentos defendidos por ele, mas que de acordo com pesquisas internacionais, não tem eficácia contra a Covid-19.

“Tratamos também de possiblidade de tratamento precoce. Isso fica a cargo do ministro da Saúde, que respeita o direito e o dever do médico tratar os infectados”, afirmou o presidente.

Ao lado de Bolsonaro, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado defendeu o isolamento social, “Pedir a todos que entendam que em situações delicadas e críticas muitas vezes se faz necessário o isolamento social”, disse o governador.

O presidente Bolsonaro não se pronunciou sobre as medidas de isolamento social, defendidas por especialistas para conter o contágio da Covid-19, mas afirmou que “a vida em primeiro lugar”.

Além de Caiado, participaram da reunião: Wilson Lima (Amazonas), Romeu Zema (Minas Gerais), Ratinho Júnior (Paraná), Marcos Rocha (Rondônia), Renan Filho (Alagoas).

Comentários