Politica

Donizette afirma não temer na ampliação de CPI

Governo tenta incluir estados e municípios no alvo de investigação

diario da manha

Nesta segunda feira (12), o presidente da Frente Nacional de Prefeitos, Jonas Donizette, se pronunciou sobre a CPI da Covid. Ele afirmou que não vê problemas, tão pouco se preocupa em estados e municípios serem incluídos no alvo das investigações.

A afirmação foi feita durante a participação de Donizete em uma audiência na comissão do Senado, onde acompanha as ações contra a pandemia.

Desde a semana passada, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso determinou ao Senado a instalação da CPI. O projeto alcançou as assinaturas necessárias para execução em janeiro, mas, o Governo tinha tentado barrar, até então com sucesso, a CPI.

Assim, com a decisão de Barroso, o Palácio do Planalto tenta incluir ações de estado e municípios nas investigações.

Ontem (11), Donizette foi questionado pela imprensa, sobre a questão de incluir ou não prefeitos e governadores na CPI. “Da nossa parte, não existe problema nenhum, nós não temos preocupação. Porque quase todas as prefeituras por obrigação têm que ter um site de transparência”, afirmou Donizette.

De acordo com ele, o Senado pode analisar verbas federais que são repassadas a estados e municípios. Mas, tal analise também pode ser feita pelas câmaras municipais e as assembleias legislativas.

“Achamos que isso seria uma cortina de fumaça também para criar um escopo enorme e não ter um foco naquilo que nós precisamos ter, que é o desempenho federal na pandemia. Não se trata de personalizar nessa ou naquela pessoa, mas é importante pegar dados técnicos do ministério. Ver que a fala política do governo federal se difere totalmente das orientações técnicas do Ministério da Saúde”, disse Jonas Donizette.

Leia também:

Comentários