Politica

Advogado alvo da Lava Jato promove festa de luxo em Brasília

Evento reuniu cúpula do poder e contou com show de Bruno, da dupla com Marrone

diario da manha
Foto: Metrópoles

Uma festa no Lago Sul, região nobre de Brasília, reuniu na noite desta sexta-feira, 31, autoridades e ex-autoridades do Executivo, do Legislativo e do Judiciário, além de contar com show de Bruno, da dupla Bruno e Marrone.

Estavam presentes no evento os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Kassio Nunes Marques e o senador Flávio Bolsonaro (Patriotas-RJ).

O anfitrião da festa era o advogado Willer Tomaz, que foi alvo da Lava Jato e chegou a ser preso em 2017. O advogado foi acusado de interceder propinas a um procurador da República que se “infiltrou” no Ministério Público Federal (MPF), com o intuito de repassar informações aos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS.

No mês de junho deste ano, a denúncia contra Willer e outros investigados foi rejeitada pela Corte Especial do Tribunal Federal da Primeira Região (TRF-1).

Recentemente, Renan Calheiros, relator da CPI da Covid-19, disse estar apurando a provável ligação de Willer Tomaz, Flávio Bolsonaro e Frederick Wssef com o plano de compra ilegal da vacina Covaxin.

Willer Tomaz é conhecido por promover festas de luxo, o último evento reuniu cerca de 50 pessoas. Além de serem servidos com vinhos de alto valor, havia champanhe e comida japonesa. Uma estrutura foi montada para a realização do show de Bruno.

Segundo uma das seguranças, não era permitido tirar fotos e gravar vídeos, porém as regras não foram obedecidas pelos convidados.

*Com informações do Metrópoles

Leia também

Comentários