Politica

Transparente, Daniel abre portas para MDB fazer aliança com Caiado

..

diario da manha

A jornada do MDB em direção ao apoio à reeleição de Ronaldo Caiado (DEM) vai se configurando cada vez mais concreta à medida que seu presidente, o ex-deputado federal, Daniel Vilela, conversa com líderes da sigla. Apesar do movimento que Gustavo Mendanha (MDB) tem feito, no intuito de forçar uma candidatura própria do partido em 2022, prefeitos, grande maioria dos vereadores e deputados defende uma união entre MDB e DEM, para construir um projeto de retorno ao governo a partir de 2025/26. Os parlamentares compreendem que um projeto como o de 2018, resultou em um momento delicado para o partido, que teve forte reflexo nas eleições de 2020: “fora do governo, qualquer sigla enfrenta dificuldades para manter um projeto de expansão.” afirma um parlamentar: “o MDB perdeu várias eleições apostando em seu tamanho, porém, se esqueceu de que o processo eleitoral vai muito além de uma vontade pessoal. É preciso sermos objetivos e buscarmos bons projetos, como a parceria com o DEM, que vai abrir uma porta enorme em 2024 e 2026.” Afirma outro parlamentar. O que é possível observar, também, é que Daniel Vilela está tratando este assunto de forma muito transparente, conversando não só com lideranças, ele tem buscado acesso às bases para formar o ambiente de consenso que dê robustez para a entrada do MDB na chapa majoritária de Caiado. O que os prefeitos emedebistas e a maioria dos seus parlamentares compreendem lá no interior, é que depois de 20 anos sendo subjugados pelo Marconismo, uma união com o DEM, agora, pode finalmente colocar o partido em uma condição justa nas disputas regionais. O receio de uma aventura que traga na garupa, lideranças do PSDB, conforme vem se anunciando dia a dia, não é que o os emedebistas do interior gostariam de viver em 2022.

Fio Direto

Tem tempo

Governador Ronaldo Caiado (DEM) só deverá bater o martelo sobre a escolha do candidato a senador em sua chapa às vésperas das convenções, em março de 2022.

Lista de peso

Se movimentam como pretendentes à vaga de senador, ao lado de Ronaldo Caiado: Henrique Meirelles (PSD), João Campos (Republicanos), Alexandre Baldy (Progressistas), Wilder Morais (PSC), Luiz do Carmo (MDB e Zacharias Calil (DEM).

Vaga certa

No meio político, não se tem mais dúvida: o MDB indicará Daniel Vilela para o cargo de vice-governador na chapa de Ronaldo Caiado em 2022.

Isolado

Dos quatro deputados estaduais do MDB, apenas Paulo Cezar Martins não assinou carta de apoio à aliança com o DEM caiadista.

Já saiu

Carlos Júnior, presidente do MDB de Goiânia, já foi exonerado por Gustavo Mendanha do cargo de assessor especial do prefeito. Ele é contra o lançamento de candidatura própria pelo partido à sucessão estadual.

7 de Setembro

Em Goiás, muitos políticos defenderam causas antidemocráticas de forma muito aberta até o dia 7 de setembro. Tudo de olho em quê? Nas eleições de 2022: Não é tudo isso meio hipócrita? Resposta: Sim. É!

Arrepios!

Vários líderes políticos, ainda vivos, que testemunharam os horrores de tempos onde a opinião e a militância política era punida com prisão e desaparecimento, ver político goiano defendendo causas antidemocráticas causou desconforto.

Escolha

Se manter a proposta de ser candidato ao governo de Goiás, o prefeito de Aparecida Gustavo Mendanha deve escolher um novo partido: Na mira estão o Podemos, Patriota ou Republicanos.

Destacado

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o morrinhense Tiago Mendonça, não tem só demonstrado ser um gestor dinâmico: Seu jeito atencioso de tratar as pessoas tem rendido elogios ao governador.

LGBTQI+

O pré-candidato à presidência da OAB/GO, Rafael Lara, recebeu o apoio da presidente da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB-GO, Amanda Souto. Lara reuniu-se com um grupo de advogados para discutir diversidade e desafios da advocacia.

PDT ratifica respaldo à reeleição de Caiado

O presidente estadual do PDT, George Morais e a deputada federal Flávia Morais recepcionaram, sábado (11), Ronaldo Caiado, em sua fazenda, em Caiapônia, na presença de 44 prefeitos da região. O PDT reafirmou a aliança com o DEM e o apoio à reeleição do governador nas eleições do ano que vem.

Linha cruzada

A ex-vereadora Marina Sant’Anna, do Movimento Cerrado, está de volta ao cenário político: vai disputar mandato de deputada estadual pelo PT. Conta com o apoio do ex-prefeito de Goiânia Pedro Wilson.

Comentários