Politica

Ex-assessor da Prefeitura de Goiânia é exonerado por não ir trabalhar

Ele foi preso na quarta-feira, 22, na operação da Polícia Federal (PF) que apura desvios no Ministério da Educação (MEC)

diario da manha
Foto: Reprodução

Helder Bartolomeu, ex-assessor da Prefeitura de Goiânia, preso na quarta-feira, 22, na operação da Polícia Federal (PF) que apura desvios no Ministério da Educação (MEC), foi exonerado por não aparecer para trabalhar.

Helder foi nomeado em 25 de maio de 2021 como assessor na Secretaria Municipal de Administração. Conforme a prefeitura, ele não apareceu para trabalhar e no dia 15 de junho do mesmo ano, foi aberto um processo administrativo por abandono de cargo.

A apuração só foi concluída este ano e, no dia 10 de maio, Helder foi exonerado. “Logo que instaurado o procedimento, houve o devido bloqueio de salário, em julho de 2021, o que impediu que fossem realizados pagamentos indevidos. O processo também assegura a devolução de eventual quantia paga”, disse a administração municipal.

Com informações do G1

Leia também:

Comentários