Home / Eleições 2024

ELEIÇÕES 2024

Sandro Mabel é apresentado como pré-candidato a prefeito de Goiânia aos deputados da ALEGO

Nome que irá compor a chapa como vice ainda vai ser definido

Na foto o Governador Ronaldo Caiado, Lucas Kitão, presidente da Alego Bruno Peixoto, e pré-candidato à Prefeito de Goiânia, Sandro Mabel Na foto o Governador Ronaldo Caiado, Lucas Kitão, presidente da Alego Bruno Peixoto, e pré-candidato à Prefeito de Goiânia, Sandro Mabel

O presidente da Federação das Indústrias e Comércios do Estado de Goiás (FIEG) Sandro Mabel foi apresentado como pré-candidato à Prefeitura de Goiânia, nesta terça-feira, 2, em uma reunião na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (ALEGO) que contou com a presença do Governador Ronaldo Caiado (União Brasil).

Em uma coletiva de imprensa após a reunião, o presidente da ALEGO, Bruno Peixoto (União Brasil) que era cotado no início do ano como um dos nomes para disputar à Prefeitura de Goiânia, agradeceu e manifestou seu apoio a iniciativa do Governador e de Mabel de apresentarem o nome do presidente da FIEG para concorrer ao pleito deste ano.

"Eu quero agradecer muito ao carinho do Sandro Mabel, do Governador Ronaldo Caiado, para com os deputados e deputadas. Vir na sede do poder legislativo estadual informar a sua pré-candidatura a prefeito por nossa capital, tive a oportunidade de apoiar e votar em Sandro Mabel na sua primeira candidatura a Prefeito em 1992 e tenho certeza que sua capacidade, sua experiência, sua articulação e o principal sua vontade são sim importantes para essa cidade que nós tanto amamos. Então Sandro nós temos muito trabalho", Bruno Peixoto.

Peixoto deixou claro que o seu projeto neste momento não é dipsutar o paço municipal, e que trabalha com o intuito de ocupar uma das cadeiras da Câmara dos Deputados em 2026. O presidente da Alego salientou que vai estar junto com Mabel durante sua caminhada na disputa eleitoral deste ano, e que há muito trabalho a ser feito na capital.

"Nosso projeto é disputar a câmara federal em 2026. E estou pronto para somar, para ajudar a construir a Goiânia que tanto queremos. Nós precisamos de melhorias na nossa saúde pública, todos os CAIS tem que ter sim uma ampliação. Nós precisamos ter todos os médicos, todas as especialidades 24h. Nós precisamos ter centor de imagem em todos os CAIS, nós precisamos ampliar o número de CMEIS, fazer convênios com a iniciativa privada para acabarmos com defícit dos nossos CMEIS e das nossas crechês. Nós precisamos e muito fazer a interligação da região noroeste através da Goiás Norte, fazendo até o Jardim Primavera, nós precisamos urgentemente a conclusão da Marginal Cascavel, do Parque Amazônia, Jardim América, passando pelo Setor Castelo Branco, Vila Aurora, enfim, campininha, chegando na lesete-oeste. Terminar a Leste-Oeste, até chegar ali no nosso Vera Cruz toda essa duplicada. Precisamos concluir também a Marginal Botafogo, fazer a intelirgação com a leste-oeste. Enfim é muito trabalho, mas juntos vamos construir um plano de governo e a cidade que tanto esperamos."

Desde o último sábado, 30 de março, Sandro Mabel passou a trabalhar com mais intensidade na construção da chapa para disputar as eleições deste ano. De acordo com o presiente da FIEG, o convite foi feito pelo Governador Ronaldo Caiado, na quarta-feira, e que havia dito ao chefe do executivo estadual que tinha encerrado a carreira política, mas que o Caiado pontuou que Goiânia precisava de um gestor.

"Essa reunião foi muito boa, o Governador Quarta-feira passada me chamou, explicou a questão de Goiânia, o que ele via e fez um apelo até dramático pra mim, de que precisava ter um gestor em Goiânia, e que nós precisavamos trabalhar. Eu disse pra ele que a minha carreira já tinha encerrado. Ele disse que não, que não encerrou a carreira, se eu não quisesse seguir carreira politicamente é mais pra frente, mas gestão tinha que fazer, e que então ele estava me convocando para fazer essa gestão em Goiânia", ressalta Mabel.

Caso eleito Mabel disse que começa a trabalhar no outro dia

Mabel afirmou que há uma série de problemas na capital como já haviam sido ressaltados pelos deputados Bruno Peixoto e Charles Bentos, presidente e vice presidente da ALEGO respectivamente. E salientou durante a reunião com o Caiado das dificuldades que terá a frente como chefe do executivo municipal caso eleito.

"Goiânia têm uma série de problemas que precisam de algumas providências duras, providências que eu sei tomar como gestor. Isso eu sei fazer. Mas, expliquei pra ele a dificuldade que eu tinha, mas ele não aceitou dificuldade, ele disse olha você tem que ter responsabilidade, e me chamou na responsabilidade de sair nessa candidatura".

O pré-candidato afirmou durante a entrevista que não vai esperar chegar no dia 1º de janeiro para começar a trabalhar, caso eleito Mabel pontuou que no dia seguinte já irá começar a trabalhar e que os vereadores eleitos podem esquecer Natal e Férias, pois já vai entrar no dia 2 de janeiro de 2025 implementando o plano de trabalho para Goiânia.

"Eu disse também uma coisa, eu não vou esperar se eleito for chegar em janeiro para começar a trabalhar, começo no outro dia a trabalhar. Já avisei os candidatos a vereador também quem for eleito vereador, esquece Natal, Férias, não vai ter nada disso daqui não, nós vamos trabalhar, entrar no dia 2 de janeiro com plano de Goiânia já aplicando ele em Goiânia, vamos estar convocando já a Câmara no dia 2 de janeiro para começar a trabalhar. Se Goiânia achar que nós somos indicados, somos um bom candidato e a gente tem a oportunidade de administrar essa cidade, vamos administrar junto com os deputados federais, deputados estaduais e com os vereadores", ressalta.

Apoio dos deputados

Em relação ao apoio dos deputados, Mabel lembrou que está conversando com eles, conhecendo a base dos parlamentares e que repassou uma missão para eles, para que eles o auxiliem a construir uma chapa de vereadores com uma boa base de sustentação para gerir a cidade caso eleito.

"Eu passei a missão pra eles vamos conversar. Começando a explicar e conhecendo a base deles, todos tem base em Goiânia. Todos eles se dispuseram a fazer isso, nós estamos trabalhando em uma chapa de vereadores para que nós possamos ter uma Câmara com uma base de sustentação boa, porque as coisas que vem vai exigir uma base que ajude nessas aprovações. O papel mais importante dos deputados vai ser na composição dessas chapas, eles estão trabalhando freneticamente, porquê o deputado não trabalha só aqui em Goiânia né, eles estão montando chapas no estado inteiro, os seus partidos, então, o trabalho de deputado hoje, hoje foi um sacrifício que eles fizeram de estar aqui nesse momento na semana final. Mas eu agradeço à todos, que todos se dispuseram também a ajudar sobre a liderança do Governador Ronaldo Caiado".

Mabel não descartou a possiblidade do PL aparecer na vice-prefeitura, e assim como presidente da ALEGO, pontuou que a chapa está sendo construída e não há um nome definido para vice.

Leia também:

  

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias