Política & Justiça

PMDB de olho em secretaria

Da Redação

diario da manha
Vereador Paulo Borges (PMDB)

 

A reforma administrativa da Prefeitura de Goiânia deve manter a Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) sob a supervisão da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia. No entanto, essa secretaria incorpora outras, já que está previsto o corte de nove Pastas aprovado, em primeira votação, esta semana.

Para ocupar a secretaria, o peedemebista e vereador Paulo Borges demonstrou interesse em assumir o cargo, mesmo que tenha negado pelos corredores da Câmara Municipal e ainda não tendo o aval do prefeito Paulo Garcia. Mesmo que tenha se colocado à disposição, Paulo Borges não possui um histórico positivo por passagens em outros cargos no primeiro escalão do Paço Municipal.

Em 2014, durante cargo ocupado na Amma, o vereador foi preso por suspeita de envolvimento em fraude que resultou na Operação Jeitinho, deflagrada pelo Ministério Público Estadual (MPGO) e as polícias Civil e Militar. O vereador teria sido flagrado pelo Ministério Público participando de um esquema para liberação de licenças ambientais por parte da prefeitura. Enquanto esteve à frente da Pasta da Habitação de Goiânia, foi acionado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE-GO) por suposto uso do programa do governo federal Minha Casa, Minha Vida para fins eleitorais, na campanha de reeleição em 2012.

 

Paulo Magalhães discute regularização de cooperativas

Vereador Paulo Magalhães (SDD) recebeu representantes das cooperativas de catadores de lixo reciclável de Goiânia para discutir a regularização da categoria. Participaram da mesa, Paulo César Pereira, secretário da Semdus, Bruno Alves, representante da Comurg, Larissa Helena, representante da Amma, Carlos Roberto de Lemos, do Projeto Cataforte III, Dulce Helena do Vale, da CooperRoma, e Dayan de Loyola, da Universidade Federal de Goiás. A audiência foi proposta diante da aprovação de um projeto das cooperativas junto ao PAC e a liberação de recursos do governo federal para estruturar e modernizar o processo de coletiva seletiva e reaproveitamento dos resíduos.

Comentários