Política & Justiça

Marconi diz que educação é para professores e alunos

Em resposta a grupo de manifestantes que tentou interromper solenidade no Oscar Niemeyer, governador disse que seu objetivo é transformar a educação de Goiás na melhor do Brasil

diario da manha

 

“Alguns radicais, que querem achar que o Brasil é a Venezuela ou é Cuba, quiseram atrapalhar este evento. Radicais, pessoas que são acostumados a baderna, ao desrespeito, à deseducação. Mas eu tenho coragem de enfrentá-los, todos, de cabeça erguida”, disse ontem o governador Marconi Perillo. “Eu vou mudar a educação e transformá-la na melhor do Brasil”, completou.

Ele disse isso ontem durante solenidade de entrega de benefícios do Programa Bolsa Atleta, no Centro Cultural Oscar Niemeyer. Marconi afirmou que o objetivo do governo estadual é melhorar a qualidade da educação no Estado em benefício dos professores dedicados às suas atividades e aos alunos.

Segundo Marconi, o compromisso de todas as administrações dele é com a totalidade dos professores, pais e alunos e não minorias radicais que partem para o radicalismo com objetivos eminentemente políticos.

“Quem tem voz e vez é o aluno, e não o baderneiro”, disse o governador, diante de uma pequena plateia de manifestantes do Sindicato dos Trabalhadores na Educação do Estado de Goiás (Sintego), que tentou interromper a solenidade.

“E tem mais uma coisa: queria que vocês soubessem que, enquanto a inflação, em 5 anos, foi de 30%, o Governo do Estado deu aumento de 84% aos professores de Goiás. Mas eu quero dizer a vocês uma coisa: eu tive coragem de mudar a Saúde e mudei, com as OSs. E eu vou mudar a Educação!”, afirmou o governador, durante o discurso. “Vocês não vão ganhar no grito. Eu tenho remédio para vocês. Quem tem voz e vez é o aluno, e não o baderneiro”, afirmou.

Marconi disse que a melhoria na qualidade da educação passa pela implantação da gestão por Organizações Sociais, assim como foi feito na saúde no último mandato. “Eu vou implantar as OSs para transformar a Educação de Goiás na melhor do Brasil, como eu fiz na Saúde. Não adianta querer ganhar no grito”, afirmou. Ainda sobre a questão do reajuste salarial, o governador disse que “só vai pagar o que dá conta”, e que “89% (de aumento) é quase dobrar o salário em 5 anos”.

O governador disse ainda que quase a integralidade dos professores não adotaram postura radical, estão abertos ao diálogo “Vamos fazer tudo que tiver ao nosso alcance para ajudar os professores. Porque 99% dos professores goianos são pessoas de bem, bem intencionadas, fazem da Educação um sacerdócio. Não são vocês, gatos pingados, que vão ganhar no grito”, afirmou Marconi. Ele encerrou suas palavras se dirigindo aos atletas beneficiários do programa: “Um abraço a vocês, atletas. Sejam felizes. Estudem com os educados professores. Lutem pelos seus ideais, conquistem medalhas, e vão ter sempre o apoio do governador e do governo de Goiás”.

Confira a seguir a íntegra das declarações do governador Marconi Perillo dirigidas ao Sintego:

 

Radicalismo

Aumento de 84% para os professores O professor eu respeito, baderneiro, não! E tem mais uma coisa: queria que vocês soubessem que, enquanto a inflação, em 5 anos, foi de 30%, o Governo do Estado deu aumento de 84% aos professores de Goiás. Mas eu quero dizer a vocês uma coisa: eu tive coragem de mudar a Saúde e mudei, com as OS’s. E eu vou mudar a Educação! Vocês não vão ganhar no grito! Eu tenho remédio para vocês. Vocês vão ter o prazer de visitar. Quem tem voz e vez é o aluno, e não o baderneiro.

 

Organizações Sociais na Educação

Eu vou implantar as OSs para transformar a Educação de Goiás na melhor do Brasil, como eu fiz na Saúde. Não adianta querer ganhar no grito. O governo só vai pagar o que dá conta. Oitenta e nove por cento é quase dobrar o salário em 5 anos.

Comentários