Política & Justiça

PSDB ressalta atuação de Marconi em prol da filiação de Pedro Taques

diario da manha

As articulações do governador Marconi Perillo em prol da filiação do governador do Mato Grosso, Pedro Taques, no PSDB foram destaque, ontem, no ato que marcou a entrada do matogrossense no ninho tucano, em Cuiabá. O ato de filiação, realizado na Fazenda Mato Grosso, entre elas todos os governadores do partido, e dos senadores Aécio Neves, presidente nacional do partido, e José Serra.

No ato de filiação de Taques, Aécio, o governador do Mato Grosso do Sul e o presidente estadual do PSDB, Nilson Leitão, disseram que a atuação de Marconi foi fundamental para que Taques aceitasse filiar-se ao PSDB. A disputa mais acirrada pela ficha do governador de Mato Grosso, relataram, ocorreu com o PSB, que integra a base do ex-integrante do PDT no Estado. “Como uma das principais lideranças do PSDB no País e um dos maiores líderes do partido na nossa região, o senhor foi essencial para que convencêssemos o governador Taques a vir para o partido”, disse Leitão.

Aécio e Azambuja, por sua vez, destacaram as diversas conversas que tiveram com Taques até acertarem a filiação. Azambuja revelou que o encontro de governadores do Fórum do Brasil Central, realizado em Cuiabá no início de agosto, foi fundamental para que o líder matogrossense topasse ingressar nas fileiras tucanas. “O governador Perillo e eu estivemos aqui no encontro de governadores e conversamos com ele, marcamos em cima para que ele aceitasse”, disse. Aécio disse que comunicou da decisão à bancada do PSDB assim que informado pelos dois governadores da decisão final de Taques.

Participaram ainda do ato de filiação os governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin, do Pará, Simão Jatene, e do Paraná, Beto Richa. A crise econômica e política vivida pelo País deu o tom dos pronunciamentos das lideranças tucanos no ato de filiação de Taques. Aécio, Serra, Marconi e os demais governadores do PSDB citaram o trabalho do governador do MT para recuperar a situação fiscal e os serviços públicos do Estado para afirmar que o partido tem quadros preparados para governar o País e que isso foi fundamental para a decisão do governador matogrossense de integrar o partido.

“O Centro-Oeste é uma região tucana. Três quartos dos governadores são do PSDB. Isso mostra a força de nosso partido na região. Além disso, a nossa região tem segurado a balança comercial brasileira. Só no ano passado, o Centro-Oeste contribuiu com US$ 20 bilhões de superávit na balança comercial”, disse Marconi. O governador goiano também citou as articulações para garantir a filiação de Taques no PSDB e que a entrada dele mostra que o partido está no caminho certo.

A gestão de Marconi em Goiás também foi destaque nos pronunciamentos das lideranças tucanas. José Serra disse que a “competência administrativa” do governador goiano não se confirma apenas pelas realizações dele, conhecidas pelo País, mas principalmente porque, em função disso, “Perillo foi eleito quatro vezes por delegação da população goiana”.

O presidente estadual do PSDB também destacou a gestão de Marconi como “entre as mais eficientes do País”, e que o governador de Goiás “é destaque e liderança nacional do partido no Brasil”. Último a falar, Pedro Taques também destacou o relacionamento com Marconi e disse que a união entre os governadores da região será essencial para que o País retome o caminho do crescimento econômico.

Aécio Neves, Geraldo Alkmin, Marconi Perillo e lideranças do PSDB na filiação de Pedro Tarques
Aécio Neves, Geraldo Alkmin, Marconi Perillo e lideranças do PSDB na filiação de Pedro Tarques

Comentários