Política & Justiça

Dilma defende na Paraíba a democracia e o direito à manifestação

Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil

 

Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de entrega de unidades habitacionais do Loteamento Acácio Figueiredo e Raimundo Suassuna, do Programa Minha Casa Minha Vida. Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff discursou durante evento de promoção do Dialoga Brasil, novo canal de comunicação do governo com a populaçãoRoberto Stuckert Filho/PR

A presidenta da República, Dilma Rousseff, enalteceu hoje (4), em Campina Grande, na Paraíba, a democracia, que, segundo ela, permite o direito à manifestação, mesmo que seja contrária ao seu governo. 

Durante discurso no evento de promoção do Dialoga Brasil, novo canal de comunicação do governo com a população na internet, a presidenta afirmou que o direito das pessoas se manifestarem, “mesmo contrário ao meu governo, é um direito sagrado, desde que sem violência”.

“Nós sabemos que o preço da intolerância é a divisão, transformar o outro em um inimigo”, acrescentou Dilma às vésperas do desfile cívico-militar de 7 de setembro, quando são esperadas manifestações contra o governo. “Na minha época, se manifestar de forma clara contra o governo dava cadeia, quando não dava coisa pior. Portanto, essa conquista preservaremos a todo custo, com imprensa livre e manifestação de opinião. Isso Interessa a esse país”, disse.

No discurso, Dilma também citou o Bolsa Família e o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) como exemplos de que o governo está trabalhando para dar igualdade de oportunidades a todos, apesar das “eventuais falhas” de gestão.

“Acho que a principal característica do governo, em que pese nossas eventuais falhas, foi olhar para o povo desse país e perceber que somos diferentes uns dos outros, mas temos de ter as mesmas oportunidades. É isso que caracteriza o meu governo. A oportunidade social e o direito das regiões.”

Em um momento de descontração, Dilma respondeu a várias pessoas da plateia que insistiam em levantar cartazes para ela durante o discurso. Com bom humor, a presidenta interrompeu e pediu para abaixarem os cartazes por um motivo simples: ela não enxergava nada. “Não adianta levantar papel, eu não enxergo à noite. Sou cega que nem uma coruja. Se bem que não sei se a coruja enxerga bem ou não.”

A Paraíba foi o quinto estado a receber Dilma e ministros para o lançamento do Dialoga Brasil. O governo já havia lançado o programa em Brasília, na Bahia, em Pernambuco e no Ceará. O site foi criado para estimular a participação digital nas atividades governamentais. As pessoas podem opinar sobre políticas públicas existentes e propor outras iniciativas. Uma das novidades é que a população poderá conversar com os ministros, em bate-papo online, pelo site da plataforma.

 

Editor Armando Cardoso

tags:

Comentários

Mais de Política & Justiça