Política & Justiça

Oposição enviará à PGR pedido de abertura de inquérito contra Dilma Rousseff

dilma

Oposição pretende encaminhar na tarde desta quinta-feira, 17, à Procuradoria-Geral da República (PGR), uma representação solicitando a abertura de inquérito contra a presidente Dilma Rousseff. Os líderes do PPS, DEM, PSDB e Solidariedade defendem que a presidente pode ser julgada pela prática de crimes de prevaricação, fraude processual e favorecimento pessoal ao nomear o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil.

Os líderes da oposição acreditam que, caso as investigações resultarem em denúncia acolhida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Dilma poderá ser afastada do cargo em 180 dias.

Os oposicionistas alegam que Dilma ao nomear Lula como ministro-chefe da Casa Civil, não foi por mérito do ex-presidente, mas sim uma forma de driblar as ações estabelecidas pela Constituição Federal.

Os deputados afirmam que as gravações divulgadas na quarta-feira, 16, mostram que a verdadeira intenção da presidente ao nomear Lula foi apenas uma obstrução a Justiça.

A representação será assinada por líderes do PSDB, Rubens Bueno (PR), líder do PPS, Antonio Imbassahy (BA) do DEM, Pauderney Avelino (AM) do Solidariedade, Genecias Noronha (CE) e Miguel Hadadd (PSDB-SP).

Comentários