Política & Justiça

Delegado Waldir contrapõe rejeição de pesquisa eleitoral e diz que quer confiança

diario da manha

O pré-candidato a prefeito de Goiânia, delegado Waldir Soares (PR) minimizou rejeição em pesquisa divulgada nesta semana pelo instituto Paraná Pesquisas. O levantamento da pesquisa aponta que o delegado é o segundo candidato mais rejeitado com 11,5%, perdendo apenas para Iris Rezende (PMDB) com 21,2%.

Para Waldir, as pesquisas são para políticos profissionais e o que realmente importa é a confiança do cidadão. Além disso, ressaltou que não conseguirá agradar a todos, mas procura desenvolver um trabalho que desperte a confiança da população. O pré-canditato ainda divulgou que seu plano de governo já está sendo elaborado para atender a necessidades da capital.

“Em relação a rejeição todos os candidatos tem por serem mais conhecidos e outros por serem menos conhecidos, nem Cristo conseguiu agradar a todos, não vai ser eu que vá consegui agradar. Vamos mostrar o nosso trabalho. Cumprimos os dez mandamentos na Câmara Federal, temos uma equipe preparando nosso plano de governo. Já temos um vice pré escolhido que é o doutor Zacharias Calil, todas as pesquisas que fizemos a principal preocupação do goianiense é saúde e segurança. Estamos ouvindo o cidadão. Vamos ver dia 2 de outubro quem que o cidadão entende que tem maior capacidade. Acho que esta questão de rejeição, números, é para especialistas, técnicos, políticos profissionais”, argumentou.

Waldir Soares ainda acrescentou que pretende continuar caminhando e conversando para a conquista do eleitorado.

“Acho que a gente precisa ser muito humilde, continuar trabalhando. Tenho dormido cinco seis horas por noite. A pesquisa é um mero indício, vamos continuar caminhando nas feiras, conversando com as pessoas, não tenho padrinho políticos como os demais candidatos. Estamos atrás do cidadão para que ele nos apadrinhe”, afirmou.

Comentários