Política & Justiça

Lúcio Flávio: “Reduzimos, em dois anos, dívidas de R$ 23 milhões para R$ 7 milhões”

diario da manha
Lúcio Flávio: finanças recuperadas(Foto:divulgação)

O presidente da OAB-GO, Lú­cio Flávio de Paiva, informou que pretende entregar 35 salas pelo interior do Estado até o mês de julho. “Queremos alcançar a mar­ca de 55 novas salas da Ordem em Justiça Estadual, Justiça do Traba­lho e Justiça Federal inteiramente reformadas”, projetou. Além dis­so, conforme relatou, mais de 400 computadores foram instalados nas novas unidades.

O presidente da OAB-GO tam­bém destacou outras obras re­centes tocadas pela atual gestão, como a entrega do Meu Escritó­rio, no Centro de Goiânia, a refor­ma de subseções e a reforma do CEL da OAB. “Devolvemos o espa­ço aos advogados como se estives­se de volta aos seus melhores dias”, comentou. “Isso tudo dá, pelo me­nos, uma obra a cada duas semanas entregue à advocacia nesses 24 me­ses”, afirmou ao Portal A Redação.

BALANÇO

Para Lúcio Flávio, o volume de obras por todo Estado é consequên­cia de planejamento. “A OAB Goiás avançou em vários aspectos, inclu­sive financeiro. A dívida reduziu de R$ 23 milhões para R$ 7 milhões em dois anos. A OAB não deve um cen­tavo na praça. Seu nome está absolu­tamente livre de quaisquer cobran­ças, não devemos quais quer tributos, a dívida milionária que a OAB tinha com o INSS foi renegociada e está sendo paga. Enfim, não se fala mais em rombo financeiro na OAB. De­mos solução a isso”, destacou.

A relação entre a Ordem e o Es­tado também foi comentada pelo presidente da OAB-GO durante a entrevista. “A OAB tem se mostrado uma instituição, agora sim, abso­lutamente independente de qual­quer força político-partidária. Tanto que a OAB tem sido absoluta pro­tagonista no recente caso da crise do sistema prisional. Outro bom exemplo que temos, na cidadania e desvinculação política, é a liminar no IPVA que conseguimos para evi­tar a apreensão de veículos por dí­vida de IPVA. Continuamos nessa luta em prol da sociedade”.

Lúcio Flávio informou que cumprirá, em fevereiro, mais uma promessa de campanha, que é a posse dos procuradores de prer­rogativas. “Essa talvez tenha sido nossa principal promessa, que é a criação da Procuradoria de De­fesa das Prerrogativas. E estamos cumprindo”, completou.

 

Comentários